Indústria e construção civil de Nova Petrópolis voltarão às atividades segunda-feira - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Novo decreto04/04/2020 | 12h39Atualizada em 04/04/2020 | 12h39

Indústria e construção civil de Nova Petrópolis voltarão às atividades segunda-feira

Em Garibaldi, setores também estão autorizados a funcionar

Indústria e construção civil de Nova Petrópolis voltarão às atividades segunda-feira Anelize Santos Pimentel/Divulgação
Foto: Anelize Santos Pimentel / Divulgação

A indústria e a construção civil de Nova Petrópolis, na Serra, poderão retomar as atividades nesta segunda-feira (6). A permissão está prevista em um novo decreto municipal, publicado nesta sexta-feira (3). O documento segue as regras determinadas pelo governo do Estado em 1º de abril.

Leia mais
Profissionais da saúde lutam para não engrossar lista de vítimas do coronavírus em Caxias e região
Hospitais da Serra receberão lote de cloroquina neste sábado

As novas determinações da prefeitura não limitam o número de funcionários nas fábricas e canteiros de obras. No entanto, não é permitido atendimento ao público com aglomeração ou grande fluxo de clientes. Também é exigida a adoção de medidas de segurança e higiene recomendadas pelas autoridades de saúde.

O comércio na cidade segue fechado até o dia 15 de abril, mas o atendimento é permitido nos sistemas de telentrega e ou pegue e leve. Neste último caso, é obrigatório agendamento e atendimento na porta. Já os estabelecimentos de serviço que não realizam atendimento ao público podem voltar a funcionar. Missas e cultos do município poderão ser realizadas com até 15 pessoas, a metade do previsto no decreto do Estado. As aulas de Nova Petrópolis seguem suspensas até o dia 30.

Regras semelhantes também foram adotadas em novo decreto publicado quinta-feira (2) em Garibaldi. Na cidade, o comércio segue fechado até 15 de abril, mas são permitidas telentrega, construção civil, indústria e empresas de serviço que não tenham atendimento ao público. A aglomeração de pessoas é proibida e as empresas que podem funcionar devem adotar as regras de segurança, além de encaminhar à prefeitura, na próxima ​semana, um relatório comprovando as medidas adotadas.

Leia também
Como a crise do coronavírus está influenciando a mudança de hábitos dos consumidores
Veja se você tem direito ao auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal
Prefeitos gaúchos podem responder criminalmente por abrir comércio, dizem especialistas 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros