Com futuro econômico do país incerto, CEO da Randon acredita que há possibilidade de demissões na indústria brasileira - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Crise03/04/2020 | 15h57Atualizada em 03/04/2020 | 17h00

Com futuro econômico do país incerto, CEO da Randon acredita que há possibilidade de demissões na indústria brasileira

Daniel Randon foi entrevista pela Rádio Gaúcha nesta sexta-feira

Com futuro econômico do país incerto, CEO da Randon acredita que há possibilidade de demissões na indústria brasileira João Lazzarotto/Divulgação
Foto: João Lazzarotto / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Demissões e fechamento de empresas no Brasil são esperadas ao final da crise provocada pelo coronavírus. A visão é do CEO da Randon, Daniel Randon. Apesar disso, ele diz que ainda é muito cedo para avaliar o saldo final desse processo. 

Em entrevista ao programa Gaúcha Hoje da Gaúcha Serra nesta sexta-feira (3), o executivo falou como o coronavírus coloca toda a camada produtiva da indústria em dúvida pois, tanto governo quanto a própria população adotam ações que talvez precisarão ser intensificadas ou alteradas. O empresário disse ainda que a situação já está impactando o setor industrial do país. 

De acordo com Daniel, quando se está com o comércio fechado por vários dias, como acontece agora, se geram muitas dificuldades para os empresários. Ele destacou que muitas pessoas são autônomas ou atuam no trabalho informal e por mais que o governo esteja auxiliando com incentivos fiscais é muito difícil que os negócios não fiquem pelo meio do caminho. Sobre possíveis demissões na indústria brasileira, Daniel respondeu:

— Nosso papel, sem dúvida, é trabalhar para que a gente possa ter cada vez mais a preservação dos empregos, mas já vemos que os volumes na ponta já começam a cair e as empresas acabam, querendo ou não, reduzindo a sua estrutura para sobreviver. Então, é uma cadeia toda, não somente na indústria. Sem dúvida, tem de readequar a isso, infelizmente. 

Para Daniel o governo federal tem tomado ações concedendo alguns incentivos importantes para que a economia possa retomar. Parar as empresas e as escolas para conter o avanço da pandemia é muito importante, mas segundo ele é preciso pensar na economia da nação. 

Além do bolsa família, segundo ele, devem ser oferecidas outras iniciativas para que as pessoas possam se manter e movimentar a economia. Por isso, a importância de se manter os empregos. Daniel finalizou dizendo que a empresa está fazendo diversas ações no sentido de mobilizar seus funcionários para a prevenção. 

Leia também
Com técnicos em quarentena, agricultores poderão acionar seguro governamental sem perícia na lavoura
Gramado permite retomada de 100% da indústria e da construção civil a partir desta sexta-feira
Redução e suspensão de contratos podem impactar 35 mil funcionários no comércio e na indústria de Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros