Simecs orienta quais atividades devem se manter operando na indústria de Caxias - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Orientações22/03/2020 | 11h52Atualizada em 22/03/2020 | 11h52

Simecs orienta quais atividades devem se manter operando na indústria de Caxias

Para algumas áreas, entidade ressalta a importância da continuidade de trabalho, inclusive presencial na empresa

Simecs orienta quais atividades devem se manter operando na indústria de Caxias Marcelo Casagrande / Agencia RBS/
Linha de produção vão parar, mas atividades ligadas aos setores de RH, financeiro e limpeza devem continuar, com algumas alterações Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Em razão do decreto publicado pela prefeitura na última sexta-feira (20) no qual estabelece medidas para enfrentamento propagação do coronavírus, o Sindicato das Indústrias Metalúrgica, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul e região (SIMECS) emitiu nota orientando empresas sobre quais atividades do setor devem permanecer operando no período de isolamento social determinado para diversos segmentos. 

A maioria das empresas, incluindo as maiores, como Marcopolo e Randon, já informaram que vão interromper temporariamente as operações a partir de segunda-feira (23). 

Leia mais
Pelo menos 20 mil trabalhadores da indústria entrarão em regime de férias na próxima segunda-feira na Serra

Confira as áreas às quais são recomendadas a continuidade dos trabalhos, presencialmente ou na modalidade home office:

1) Recursos Humanos: as atividades com folha de pagamento não podem ser suspensas, haja visto que os colaboradores precisam receber seus salários, garantindo seu sustendo e de seus familiares;

2) Financeiro: neste momento em que haverá cortes de receitas, é fundamental que as operações financeiras permaneçam ativas, tendo em vista a conclusão de análises de crédito, faturamento e pagamentos que ficarão pendentes e são de suma importância para a economia;

3) Contabilidade: os registros contábeis e fiscais precisam acontecer, razão pela qual, até o momento, não há medidas que prorroguem os prazos determinados por lei para as apurações contábeis e fiscais, com isso, a não realização implicaria em multas para as empresas, o que gerará mais custos em um momento tão delicado;

4) Tecnologia da Informação: o momento atual exige que as empresas adotem o teletrabalho (home office), porém para que seja possível aplicarem tal modalidade de contratação faz-se necessário que a equipe de Tecnologia da Informação (TI) esteja trabalhando para atender as demandas e manter em funcionamento os sistemas e estrutura de rede necessária para tais procedimentos;

5) Expedição/recebimento: necessária manutenção destas atividades, porquanto as empresas precisam cumprir com as obrigações acordadas com clientes e fornecedores, ou seja, a expedição de mercadorias prontas e recebimentos de matéria prima, eis que os contratos preveem multas, em caso de não recebimento de mercadoria ou envio das mesmas, o que prejudicará ainda mais o caixa das empresas;

6) Serviços de limpeza: neste momento de necessidade de higienização das áreas e ambientes das empresas para evitar a propagação do vírus no atual momento e principalmente para receber adequadamente os empregados quando do seu retorno ao trabalho se faz necessário que o serviço de limpeza e higienização com produtos químicos adequados seja realizado. Razão pela qual se faz necessário a sua autorização de funcionamento.

Fonte: Simecs

Leia também
Feiras de produtores rurais são suspensas em Caxias do Sul
"A indústria está preparada para enfrentar a crise", diz economista 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros