População de baixa renda de Bento Gonçalves terá curso gratuito para atuar no setor turístico - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Qualificação profissional10/03/2020 | 12h33Atualizada em 10/03/2020 | 12h33

População de baixa renda de Bento Gonçalves terá curso gratuito para atuar no setor turístico

Aulas são voltadas para a formação de garçons, camareiros, atendentes e auxiliares de cozinha

População de baixa renda de Bento Gonçalves terá curso gratuito para atuar no setor turístico stock.xchng/Divulgação
Formação de garçom está entre as abordagens do curso Foto: stock.xchng / Divulgação

Moradores de Bento Gonçalves em situação de vulnerabilidade social terão curso gratuito para formação de garçons, camareiros, atendentes e auxiliares de cozinha. A medida é uma forma de qualificar essa parcela da população e criar oportunidades de inserção no mercado de trabalho. A turma tem 30 vagas e os interessados podem procurar qualquer Centro de Referência de Assistência Social (Cras) para participar da seleção.

De acordo com o secretário de Esportes e Desenvolvimento Social, Eduardo Veríssimo, a escolha das áreas de formação oferecidas seguiram estudos que apontaram expectativa de crescimento no setor turístico do município nos próximos anos. Além disso, existe no mercado a necessidade de mão de obra qualificada para esses cargos.

— Hoje temos grande demanda, dentro da assistência social, de famílias com vulnerabilidade e há integrantes dessas famílias fora do mercado de trabalho. Nós nos confrontamos com muitas dessas pessoas sem qualificação — explica.

Podem se inscrever no curso pessoas acima de 17 anos que integrem a população considerada em vulnerabilidade social. As aulas terão duração de três meses e serão oferecidas pelo Centro Cenecista de Bento Gonçalves e pago pelo município. Durante a qualificação estão previstos estágios para que os alunos adquiram experiência e possam já buscar uma vaga de trabalho. Ao todo, o valor do contrato é de R$ 5.850.

Conforme Veríssimo, a intenção é abrir novas turmas no futuro. A definição, contudo, depende dos resultados que serão obtidos pela primeira turma, já que o objetivo é justamente inserir os participantes no mercado.

— Já tivemos cursos de gastronomia e a inserção não foi tão boa, por isso nos baseamos nesses estudos — observa.

Quem busca qualificação especificamente para a área de garçom, o município possui uma parceria público-privada com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), que oferece turma com 25 vagas. O curso também é gratuito e a seleção é realizada por meio dos Cras. A parceria com o Senac também tem cursos voltados para outras áreas e a secretaria avalia a disponibilidade de vagas para outras modalidades no futuro.

Leia também
Clubes de Mães retomam feira na prefeitura em Caxias
Caxias descarta dois casos suspeitos de coronavírus e registra dois novos
Câmara vota acolhimento de pedido de impeachment do prefeito de Caxias nesta terça 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros