Empresas Randon ampliam ações de prevenção - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Coronavírus18/03/2020 | 20h18Atualizada em 19/03/2020 | 10h30

Empresas Randon ampliam ações de prevenção

Entre as determinações, permitir que atuem remotamente pessoas com mais de 60 anos, mesmo saudáveis, e funcionários que não tenham com quem deixar os filhos 

Empresas Randon ampliam ações de prevenção M Scalco/Divulgação
Foto: M Scalco / Divulgação

Entre as ações determinadas pelas Empresas Randon, no final da tarde desta quarta-feira (18), está a ampliação do grupo de risco, para além do que é orientado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), por entender que há outros públicos que precisam ser observados com mais atenção. Como por exemplo, pessoas com mais de 60 anos, mesmo saudáveis.

Leia mais
Marcopolo confirma férias coletivas a partir de segunda-feira; Randon terá regimes diferentes conforme a unidade

Entre as alternativas que já foram anteriormente adotadas para reduzir o contato entre os funcionários está o home office, que foi indicado aos empregados que voltaram de viagens e estão em resguardo domiciliar. Agora, poderá ser ampliado para as seguintes situações: Pessoas com mais de 60 anos cuja função permita atuar remotamente, e funcionários que não tenham com quem deixar os filhos - seja a mãe ou pai (no caso de a escola da criança ter entrado em recesso). Os casos estão sendo avaliados um a um pelos gestores.

A empresa está sensibilizada e acompanhando, juntamente com equipes médicas, os colaboradores que apresentarem algum tipo de sintoma, bem como outros contextos que possam impactar suas equipes. Contam ainda com comitês destinados a estudar ações adicionais de precaução e que estão acompanhando o cenário para que medidas sejam tomadas de maneira efetiva e na velocidade necessária.

Confira trecho da nota enviada à imprensa pelas Empresas Randon:

A partir desta quarta-feira, 18 de março, para as unidades localizadas no território brasileiro, começa a incluir novos procedimentos junto aos tantos que já vinham sendo adotados:

Home office
Já vem sendo usado como alternativa para funcionários que voltaram de viagens e estão em resguardo domiciliar. Agora, pode ser ampliado para as seguintes situações:

 - Pessoas com mais de 60 anos cuja função permita atuar remotamente.

 - Funcionários que não tenham com quem deixar os filhos _ seja a mãe ou pai (no caso de a escola da criança ter parado). Os casos estão sendo avaliados um a um pelos gestores.

Férias individuais
Este critério será adotado quando não há possibilidade de o funcionário atuar em home office e ele estiver em pelo menos um dos grupos abaixo:

 - Acima de 60 anos, mesmo saudável.

 - Funcionários com filhos em idade escolar que não tenham com quem deixar as crianças, conforme avaliação do gestor _ seja a mãe ou pai.

Grupo sensível
As Empresas Randon adotaram um grupo de risco um pouco mais amplo do que o que é orientado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), por entender que há outros públicos que precisam ser olhados com mais atenção. Este público tem as seguintes características:

 - Pessoas com mais de 60 anos, mesmo saudáveis.

 - Pessoas que sejam imunodeprimidas, asmáticas, hipertensas, cardíacas, diabéticas, fumantes, tenham câncer ou gestantes, independentemente da idade. Para estas, o que está indicado é que, havendo dúvidas, consultem seus médicos para avaliação _ a empresa conta com serviço de saúde próprio disponível. A empresa seguirá as orientações médicas.

A companhia segue com suas operações, atividades fabris e responsabilidades, contribuindo para que se mantenha a sustentabilidade econômica local e global, com o funcionamento de setores relevantes de toda a cadeia produtiva, como, por exemplo, indústrias de transporte, farmacêutica e alimentícia, assim como vem ocorrendo em outros países, que continuam com atividades fabris.

As Empresas Randon esclarecem também as principais medidas tomadas desde janeiro em relação ao assunto: 

 - Campanha preventiva contra infecções respiratórias;

 - Disponibilização de kit prevenção (álcool em gel, lenços descartáveis, máscaras) antes de viagens;

 - Envio de máscaras e termômetros para os colaboradores da China (Caso da unidade da Fras-le na China);

 - Isolamento domiciliar aos profissionais que retornaram de viagens internacionais, ou de cidades brasileiras em que já existe transmissão comunitária, e acompanhamento médico conforme necessidade;

 - Cancelamento de viagens internacionais, medida estabelecida desde o início de março. As viagens nacionais e regionais estão restritas, principalmente nos casos de cidades em que há contágio comunitário;

 - Encontros presenciais, como reuniões e treinamentos, estão sendo substituídos por videoconferências;

 - Cancelamento ou postergação de eventos internos e externos realizados pelas empresas;

 - Aumento da oferta de álcool em gel para os colaboradores, principalmente em restaurantes, acessos e vestiários;

 - Reforço na higienização dos espaços compartilhados, como banheiros, vestiários, restaurantes e veículos de transporte de colaboradores;

 - Acesso restrito para visitas presenciais nas empresas;

 - Divulgação periódica de informações e orientações sobre a prevenção do Covid-19;

 - Antecipação da campanha de vacinação contra a Gripe H1N1, que, embora não previna o Covid-19, auxilia no diagnóstico correto.

Leia também:
Sindilojas e Sindicomerciários tomam decisões para conter impacto econômico
Reunião entre entidades da indústria caxiense gera poucas definições sobre coronavírus
Saiba o que fazer se você trabalha e seus filhos estão de recesso

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros