Para se destacar no mercado, empreendedores exploram conceitos diferenciados de negócios em Caxias - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

+ Serra10/02/2020 | 13h35Atualizada em 10/02/2020 | 13h35

Para se destacar no mercado, empreendedores exploram conceitos diferenciados de negócios em Caxias

Aumento de concorrência com crescimento de setor de Serviços estimula empresários a usar a criatividade

Para se destacar no mercado, empreendedores exploram conceitos diferenciados de negócios em Caxias Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Cacá Weber aposta em conceito de visagismo para oferecer serviço diferenciado Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Passaram-se cerca de 15 anos desde que Cacá Weber colocou os pés em um salão de beleza pela primeira vez. Começou como assistente de cabelereira e, nos anos que se seguiram, acumulou experiência em cinco salões, incluindo três de grande porte. Foi há cerca de dois anos que percebeu que "não cabia mais" no modelo de serviço que atuou desde os 19 anos.  Cacá se tornou um exemplo de empreendedorismo próspero no setor que mais cresceu nos últimos anos em Caxias, Serviços.

— Percebi que não fazia sentido eu trabalhar sem olhar para o cliente, conversar, ou conversar olhando para um espelho. Isso é muito absurdo, é como se conversasse pelas costas do cliente. Foi aí que decidi aplicar o conceito de visagismo e criar meu próprio espaço. Foi quando percebi que o trabalho não é o corte de cabelo, eu trabalho com o ego e a personalidade do cliente. Precisava de um lugar que falasse dessa linguagem — relata.

Leia mais
Setor de serviços têm maior índice de geração de empregos dos últimos anos

O conceito de visagismo, segundo o Dicionário Michaelis, é a "valorização do rosto pela utilização harmônica da maquiagem e do penteado". Os princípios de um visual harmônico não se restringiram ao método de trabalho, mas também ao estabelecimento criado por Cacá, em um prédio comercial no bairro Exposição, em Caxias.

— Já na montagem do projeto para tudo aplicamos visagismo. Falei para a arquiteta: "pensa numa casinha de vó bem acolhedora. Essa é a referência". No primeiro mês, quando abrimos as pessoas comentavam 'que clima bom, que energia'. E eu pensava 'yes', a arquitetura deu certo. Para o meu trabalho em que a ideia é desconstruir padrões e conectar os clientes, consigo deixar as pessoas à vontade com seu próprio corpo. O espaço faz 70% do trabalho no meu caso — comenta.

Foi com a percepção de proporcionar um serviço diferenciado que surgiu o Ateliê De Beleza Cacá Weber, que em agosto completa dois anos de existência. O que era para ser o serviço autônomo, hoje já conta com 10 funcionários, entre trabalhadores diretos e indiretos. E a intenção de Cacá é ampliar o conceito.

— Quero aprimorar minhas noções de gestão. Pretendo ampliar minha marca para uma franquia e oferecer cursos que consigam aliar segmentos ao conceito de visagismo — afirma.

A área em que Cacá Weber atua é enquadrada em "serviços pessoais", um dos segmentos em alta no setor, segundo o Sebrae. Confira outros nichos de Serviços:

Segmentos em alta

:: Serviços pessoais (estética e beleza)
:: Alimentos e bebidas
:: Vestuário e calçados
:: Construção
:: Serviços especializados em saúde
:: Educação
:: Serviços especializados (transporte de carga e passageiros, serviços para veículos, fotografia, contabilidade)
:: Vendas (marketing, representação comercial, fabricação de publicidade)
:: Comunicação/Computação
:: Informática
:: Entretenimento (casas de festas e eventos, organização de feiras, congressos, exposições)
:: Lojas de conveniência (comércio varejista)

Criar o próprio nicho

Laura Cristina Nardi, proprietária da empresa Brinca Comigo?, de Farropupilha.
Desiludida com setor da educação, empresária Laura Cristina Nardi desenvolveu projeto inovador voltado ao público infantilFoto: Diego Ramos Fotografia / Divulgação

Depois de trabalhar em dezenas de funções na área de educação, a empresária Laura Cristina Nardi percebeu que não se encaixava dentro de instituições e decidiu empreender. Foi após ser demitida em janeiro de 2019, que consultou pessoas próximas. E quando diz que foram "uns 500 cafés tomados em um mês", não necessariamente isso significa uma hipérbole do período que antecipou a criação efetiva do projeto "Brinca Comigo?", em julho de 2019. 

O negócio foi elaborado com a ajuda do Sebrae. Na prática, a empresa monta espaços kids em festas de adultos. O conceito, entretanto, é mais profundo. A estrutura foge do convencional, trata-se de um espaço com tenda baixa para facilitar a interação com crianças. Também não são utilizados os brinquedos padrão como cama elástica, brinquedos infláveis e sim materiais não-estruturados para estimular a criatividade do público infantil. O próprio layout é designado com uma proposta: nada de colorido e sim cores neutras para não agitar as crianças. 

— A proposta é criar ambiente que acolha elas e deixe mais calmas. A proposta não é recreação, não é distrair as crianças, é acolher. Dispomos de um profissional para cada cinco crianças para não largar as crianças para que fiquem soltas.

O próprio público, explica, demorou para entender a proposta, o que tornou os primeiros meses difíceis. Com o passar do tempo, no entanto, o caderninho de pedidos foi sendo preenchido. Além do espaço kids, Laura ampliou o leque de serviço e hoje oferece palestras e cursos e consultoria psicopedagógica para pais de crianças com dificuldades de aprendizado.

Pensar fora da caixa funcionou para Laura:

— Tinha cansado do trabalho burocrático e trabalhando 20 anos na rede educacional tive total conhecimento de que não adianta ter iniciativa e empolgação, porque na escola tradicional tudo tem um limite para se explorar e é bem curto.

Ainda assim, ressalta que a intenção e o conhecimento não foram suficientes. Para tirar do papel, o suporte do Sebrae foi essencial:

— Se eu tivesse começado sozinha, acho que isso não daria nem credibilidade às pessoas, pois a minha proposta se tornou mais consistente — ressalta. 

Leia também
Cooperativa Vinícola Garibaldi vai expor seus produtos nos Estados Unidos
Programa de inovação deve apresentar até abril primeira ação desenvolvida na Serra 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros