"Muitas vezes o empresário foca só na produção e esquece da gestão", afirma vice-presidente de Serviços da CIC Caxias - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

+ Serra10/02/2020 | 14h00Atualizada em 10/02/2020 | 14h00

"Muitas vezes o empresário foca só na produção e esquece da gestão", afirma vice-presidente de Serviços da CIC Caxias

Empolgação de empreendedores deve estar aliada à dedicação administrativa, afirmam especialistas

"Muitas vezes o empresário foca só na produção e esquece da gestão", afirma vice-presidente de Serviços da CIC Caxias Lucas Amorelli/Agencia RBS
Vice-presidente de Serviços da CIC, Maristela Chiappin, destaca empreendedores que buscam aprimorar noções de administração Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

O crescimento de Serviços e o movimento contrário dos demais setores pode tornar mais atrativa a ideia de empreender. No entanto, a vocação para investir em uma área não significa sucesso garantido quando se trata de negócios. 

— O empresário precisa também ser gestor. Precisa pensar na qualidade, no aspecto econômico, divulgação, fidelização. Este sim será um bom prestador de serviço. Às vezes deixamos de lado isso. Muitas vezes foca só na produção e esquece desse aspecto de gestão. Se a formação é técnica, é preciso adquirir o conhecimento em gestão, que deveria ser abordado já na formação acadêmica — ressalta a vice-presidente de Serviços da CIC, Maristela Chiappin.

Leia mais
Setor de serviços têm maior índice de geração de empregos dos últimos anos
Para se destacar no mercado, empreendedores exploram conceitos diferenciados de negócios em Caxias

A habilitação para administrar, no entanto, não é necessariamente um dom e pode ser adquirido com capacitação. 

— Nenhuma graduação dá conhecimento de administração. Não nos graduamos a todas as coisas que vamos precisar. Por mais que tenham disciplinas, o mundo acadêmico é muito romântico e o mundo real não é isso. O sucesso fica mais difícil. Existe pessoa que tem sorte e que dá certo, mas sou muito nerd para acreditar nisso. É preciso estudar e planejar. Para tocar meu negócio tenho um sócio que cuida da parte administrativa, mas acho importante aprender isso. E o bom é que a experiência permite que aprendamos — ressalta a visagista e cabelereira, Cacá Weber.

Na onda dos aplicativos

Prestar serviço, no entanto, também não se limita a ser "patrão". Entre os postos de trabalho em maior profusão surgidos nos últimos anos destacam-se os motoristas de aplicativos, de passageiros e entregas. Apesar de serem representantes de uma marca, o modelo de emprego, entretanto, demanda um controle próprio do trabalhador, ou seja, requer que ele se auto administre.

— Alguns chamam de empreendedorismo social. Há compreensão de que aquilo é o seu negócio. Até pela avaliação, se for mal avaliado, esse motorista deixa de ser entregador. Sou patrão de mim mesmo e o resultado vai depender da qualidade do meu serviço. Não é porque estou no guarda-chuva de uma grande empresa que a pessoa abre mão da gerência, inclusive financeira — comenta Alcir Cardoso Meyer, analista de Relacionamento com Clientes do Sebrae/RS na Serra.

Ele ressalta, entretanto, que nem por isso o prestador de serviços precisa dispensar a apropriação de conceitos de gestão:

— A gente (Sebrae), por exemplo, atende motoristas de aplicativos que querem saber se está valendo a pena trabalhar, qual custo do quilômetro rodado, quanto Uber paga, se vale a pena mudar de modalidade, situações assim. Ele podia simplesmente não fazer isso e aceitar as diretrizes da Uber, mas não, ele vem gerir sua atividade de motorista parceiro e buscar ampliar o ganho dele.

Dicas

:: Fazer avaliação do segmento, concorrentes, negócios substitutivos, nichos de clientes.
:: Encontrar um diferencial onde sua marca/produto se destaque e possa ser uma referência.
:: Planejar a implantação e a execução do negócio através de um Plano de Negócios.
:: Conhecer normas aplicáveis, legislação, zoneamento, critérios de liberação da atividade.
:: Ter um plano financeiro que viabilize o negócio.

Fonte: Sebrae

Leia também
Cooperativa Vinícola Garibaldi vai expor seus produtos nos Estados Unidos
Programa de inovação deve apresentar até abril primeira ação desenvolvida na Serra  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros