Uma das maiores vinícolas do Vale dos Vinhedos, Miolo recebe 200 mil visitantes por ano - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Tempo de turistar13/01/2020 | 06h55

Uma das maiores vinícolas do Vale dos Vinhedos, Miolo recebe 200 mil visitantes por ano

Empresa aposta no enoturismo desde 2001

Uma das maiores vinícolas do Vale dos Vinhedos, Miolo recebe 200 mil visitantes por ano Antonio Valiente/Agencia RBS
Thomas e Ariane, de Belo Horizonte, aproveitaram as férias de verão para visitar o Vale dos Vinhedos Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Entre as maiores vinícolas do Vale dos Vinhedos, a Miolo sempre trabalhou com turismo, mesmo sem saber. Nos primórdios, os proprietários recebiam os visitantes no porão de casa para a venda do vinho. Mas o negócio ficou sério mesmo em 2001, quando a empresa passou a investir forte no enoturismo

A vinícola oferece, por exemplo, a oportunidade de conhecer o processo de fabricação do vinho e até a chance de amassar a uva com os pés, como faziam os primeiros imigrantes italianos. Os turistas podem também degustar as bebidas produzidas pela Miolo e aprender como escolher um bom vinho. 

— Já conheci vinícolas na França, Chile, Argentina. E aqui vale a pena — atesta o pesquisador Alisson Lago, 45 anos, morador de São José dos Campos (SP), que visitava a vinícola acompanhado da esposa e dos filhos na semana passada.  

 BENTO GONÇALVES, RS, BRASIL (07/01/2020)Vindima movimenta enoturismo no Vale dos Vinhedos. (Antonio Valiente/Agência RBS)
Miolo oferece degustação de vinhos produzidos na vinícolaFoto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Em 2019, 75 mil pessoas participaram das atividades oferecidas pela Miolo. O número de visitantes, no entanto, é maior. Foram 200 mil ao longo do ano. São pessoas que entram pelo portão da propriedade, mas não se inscrevem em nenhuma das modalidades oferecidas, como Ariane Ananias, 38 anos, e Thomas de Oliveira Gonçalves, 36. O casal de Belo Horizonte chegou tarde na última terça-feira e perdeu a visitação. Os dois aproveitaram, então, os jardins para fazer fotos e comer uvas direto dos parreirais.  

— Eu tinha muita curiosidade em ver as videiras — revela, maravilhada, Ariane. 

— É uma época privilegiada porque é a colheita. Muda muito a paisagem — observa Thomas de Oliveira Gonçalves, 36, que já havia estado em Bento antes. 

Na vindima do ano passado, foram cerca de 40 mil visitantes. Para este ano, a Miolo espera um crescimento entre 10% e 15%. 

 BENTO GONÇALVES, RS, BRASIL (07/01/2020)Vindima movimenta enoturismo no Vale dos Vinhedos. (Antonio Valiente/Agência RBS)
Turista pode aproveitar a visita e levar algumas bebidas para casa Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Perfil

A maioria do público que visita o Vale dos Vinhedos é da Grande Porto Alegre, seguido de SP, SC, MG, PR e RJ.

Leia também
"Hoje, a maior busca é por mão de obra especializada", diz presidente do Simecs
Safra da uva na Serra não deve chegar a 500 milhões de quilos
Vinícola da Serra gaúcha leva consumidores para Curaçao

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros