Caxienses devem gastar, em média, R$ 228 em presentes para o Dia das Crianças - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Maior que 201804/10/2019 | 13h53Atualizada em 04/10/2019 | 13h54

Caxienses devem gastar, em média, R$ 228 em presentes para o Dia das Crianças

Maioria dos consumidores pretende comprar brinquedos, atendendo a pedidos dos pequenos

Caxienses devem gastar, em média, R$ 228 em presentes para o Dia das Crianças Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

O consumidor caxiense vai desembolsar, em média, R$ 228 na compra de presentes para o Dia das Crianças. A conclusão é de uma pesquisa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caxias do Sul. O levantamento foi realizado entre os dias 24 e 28 de setembro com 391 consumidores em diversos pontos da cidade.

Leia mais
Caxiense deve gastar, em média, R$ 177 com presente no Dia das Mães
Homens vão gastar R$ 37 a mais do que as mulheres no presente do Dia dos Namorados em Caxias

O índice aponta um incremento de 12,93% em relação à pesquisa de 2018 e também é maior que outras datas importantes para o comércio, como o Dia das Mães e o Dia dos Namorados. Para se ter uma ideia, no Dia das Mães, o chamado ticket médio da pesquisa era de R$ 177, enquanto na data comemorativa para os casais não passava de R$ 214. A explicação, segundo o coordenador de Tecnologia de Informação e Inovação da CDL, Cleber Figueiredo, é o fato de a data ser focada em um público muito específico. Além disso, 53,5% dos consumidores responderam que pretendem comprar brinquedos, que são mais caros.

— Temos menos pessoas indo às compras. O impacto na economia é maior, mas é brinquedo — destaca.

A escolha dos presentes, inclusive, tem interferência das próprias crianças. Conforme a pesquisa, para 34,39% dos entrevistados, o fato de as crianças compartilharem com outras pessoas o que gostariam de ganhar influencia muito na hora de decidir o que comprar. Além disso, 61,26% das pessoas responderam que pretendem comprar o presente que a criança pediu. O desejos dos pequenos é despertado principalmente por vídeos da internet, por colegas da escola e pela televisão.

O levantamento ainda apontou que o público irá comprar presentes principalmente para os filhos, seguido de sobrinhos, afilhados e netos. Mas a intenção da maioria dos consumidores é dar apenas um presente por criança.

Embora a maioria dos presentes deva ser brinquedos, roupas e calçados, além de celulares, games e eletrônicos também se destacam na lista. Em menor proporção, aparecem livros e animais de estimação.

Outro apontamento da pesquisa é que 55,35% dos consumidores pretendem realizar as compras em lojas de rua no centro da cidade, principalmente ao longo da próxima semana. Shoppings vêm em segundo lugar, seguido dos estabelecimentos dos bairro. Já o pagamento das compras deve ser em dinheiro para 61,4% dos entrevistados. Este percentual é 3,6% menor em relação ao ano passado. Já a intenção de pagamento em cartão de crédito subiu e, neste ano, está em 25,44%, em segundo lugar.

— A tendência de diminuição do pagamento em dinheiro mostra que o consumidor está mais audacioso. Quando ele não tem crédito, ele se limita ao recurso que tem — destaca Figueiredo.

Bento Gonçalves prevê alta de 8%

Em Bento Gonçalves, estimativas da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) apontam um incremento de 8% nas vendas do Dia das Crianças em relação a 2018. O levantamento foi realizado junto aos associados da entidade. Na cidade, a data é considerada a terceira melhor do ano, atrás do Natal e do Dia das Mães. Em Caxias do Sul, a CDL aposta em um crescimento de 3,5% a 4%, índice também previsto para o Estado.

Leia também  
Solidariedade transforma vidas em Bento Gonçalves
Mutirão comunitário com 380 escoteiros ocorre neste final de semana em Caxias  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros