Campanha estimula redução de uso de sacolas plásticas em Caxias  - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Conscientização16/10/2019 | 06h00Atualizada em 16/10/2019 | 06h00

Campanha estimula redução de uso de sacolas plásticas em Caxias 

Ação faz parte da Semana Municipal de Consumo Consciente

Campanha estimula redução de uso de sacolas plásticas em Caxias  Lucas Amorelli/Agencia RBS
Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Seja pela imagem de uma tartaruga com um canudo obstruindo a narina ou de queimadas em larga escala na Floresta Amazônica, o espírito de preservação ambiental é, na maioria das vezes, estimulado por meio do choque social. Mas, desde cedo, a educação ambiental defende que são os gestos singelos em ações rotineiras que fazem a diferença. É buscando incentivar — ou resgatar — práticas sustentáveis no dia a dia que o Procon e a prefeitura de Caxias do Sul promovem até 19 de outubro a 1ª Semana Municipal do Consumo Consciente. O lançamento ocorreu terça-feira (15) à noite, no Centro de Cultura Ordovás.

— O mote da campanha é "fazer diferente faz a diferença". A pergunta que surgiu para nós foi essa: sabemos o que um consumidor pode fazer pelo meio ambiente? A diferença. Não porque o planeta é lindo, é único, mas porque não temos um plano B. Se quisermos que as próximas gerações permaneçam nesta biosfera, não temos opção. Precisamos mudar o comportamento do consumidor e o meio produtivo — comenta o coordenador do Procon, Luiz Fernando Del Rio Horn.

Ao todo, 11 eventos estão previstos na programação, que envolve desde debate até atividade voltada ao público infantil.

No entanto, a ação mais chamativa e simbólica é a "Semana sem sacola plástica". A campanha envolve 24 estabelecimentos ligados à rede Multi. Desde o dia 14, os mercados incentivam o uso da sacola retornável, comercializada a R$ 3,90 para os consumidores, 10 centavos a menos do que é pago pelos estabelecimentos por unidade. Caso o cliente prefira não adquirir a embalagem sustentável, o mercado oferece caixa de papelão gratuita para armazenar as compras.

Paralelamente, a rede lançou a campanha "Geladeira cheia", que estimula a devolução de sacolas plásticas nos estabelecimentos participantes em troca de cupom para sorteio de 24 geladeiras cheias de produtos.

— A primeira produção industrial de sacolas (plásticas) foi em 1937, e essa remessa ainda continua na natureza, não é reciclável porque é composta por plástico e poliestireno. É muito preocupante. Mas pensamos que não adianta tentar obrigar as pessoas a mudar a mentalidade, mas sim conscientizar. Por isso, optamos pelo sorteio como uma forma de motivação — comenta o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de Caxias do Sul (Sindigêneros), Eduardo Slomp.

A ideia, segundo Slomp, é conseguir, gradativamente, a adesão dos 800 mercados abrangidos pela entidade.

— Nossa meta é reduzir até ano que vem 50% do uso de sacolas — acrescenta Slomp.

Na tarde de ontem, a pensionista Maria de Lourdes Boijink, 62 anos, saiu do mercado carregando duas sacolas de pano. A decisão de substituir a embalagem, segundo ela, foi ambiental.

— Foi pelo meio ambiente mesmo. Faz um ano que eu comprei uma dessas sacolas (retornáveis) e há umas duas semanas peguei outra — relatou.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 15/10/2019Semana municipal do consumo consciente. Supermercados estimulam o uso de sacolas de pano que podem ser utilizadas várias vezes ao invés a sacola plástica.(Lucas Amorelli/Agência RBS)
Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Impacto econômico considerado

A dificuldade em emplacar ações de conscientização pela abolição do uso de sacolas plásticas também envolve questões econômicas. Para os consumidores, não faz diferença ao bolso utilizar ou não essas embalagens, considerando que o item não é cobrado. Para o meio produtivo, muito menos interessa, considerando afetar drasticamente a indústria do plástico.

Contudo, segundo o o coordenador do Procon, Luiz Fernando Del Rio Horn, o impacto econômico não é desconsiderado na campanha. Ainda assim, ele ressalta que a questão ambiental se sobressai e estimula uma reflexão ao próprio segmento. 

— O Procon não está alheio às questões de impacto econômico, mas as empresas precisam se adequar e buscar produtos sustentáveis para fornecer ao comércio.  O canudo, por exemplo, tem mais de 12 opções de substituição do produto de plástico — comenta Horn.

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA DO CONSUMO CONSCIENTE

16/10

Roteiro Caminhos da Água
Local: Escola Professora Ilda C. S. Barazetti.

Reunião Técnica da Arquitetura Sustentável e Infraestrutura Verde (ATHIS)
Local: auditório da prefeitura.

16 e 17/10

1ª Mostra Tecnocientífica de Soluções em Sustentabilidade
Local: Bloco 58 (sala 302) da UCS.

17/10

Palestra "Mudanças de comportamento e separação de resíduos"
Local: serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Cruzeiro do Sol (bairro Cruzeiro).

18/10 

Roteiro Caminhos da Água
Escola Municipal Luiza Morelli.

19/10

Festival da Natureza

Dia de mobilização pelo consumo consciente com oficinas, mostras, atividades infantis e Passeio Pedale Pela Natureza.
Local: Pavilhões da Festa da Uva.

Educação ambiental e distribuição gratuita de mudas de árvores nativas
Local: Parque dos Macaquinhos.

Até dia 18

Coleta Bota Fora em diversos pontos da cidade

Até dia 19

Semana sem sacola plástica em 24 mercados da rede Multi em Caxias

Leia também
Divulgada a programação da Semana do Empreendedorismo de Caxias do Sul
Eleição para a CIC de Caxias do Sul tem chapa única
Feirão Limpa Nome, em Caxias, ocorre para regularização de pendências no comércio

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros