Com expectativa de retomada no crescimento, Mercopar começa nesta terça em Caxias do Sul - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Indústria e inovação30/09/2019 | 12h11Atualizada em 30/09/2019 | 12h12

Com expectativa de retomada no crescimento, Mercopar começa nesta terça em Caxias do Sul

Feira ocorre até a quinta-feira

Com expectativa de retomada no crescimento, Mercopar começa nesta terça em Caxias do Sul eduardo rocha/divulgação
Mercopar ocorre anualmente em Caxias do Sul Foto: eduardo rocha / divulgação

A 28ª edição da Feira de Inovação Industrial, a Mercopar, começa nesta terça-feira (1º) e vai até a quinta (3) nos Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul. Um dos destaques nesta edição é o aumento expressivo no número de expositores em relação a 2018: serão 315, contra 193 do ano anterior, um crescimento de mais de 60%.

O impulso vem após anos sucessivos de queda, em que a feira, que chegou a ter mais de 500 expositores, vinha tendo redução de participantes nos últimos anos. No ano passado, a Mercopar ficou restrita apenas ao Centro de Eventos do parque. Nesta edição, também haverá expositores no Pavilhão 1.

Leia mais
Maior rodada de negócios do Sebrae/RS será na Mercopar 2019
Mercopar 2018 movimenta R$ 54,4 milhões em negócios

O gerente de Indústria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Rio Grande do Sul (Sebrae/RS), Fábio Krieger, explicou, em entrevista ao programa Gaúcha Hoje da Gaúcha Serra nesta segunda-feira (30), que a realização da Mercopar em conjunto com a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs) ajudou na aproximação com entidades do setor empresarial dentro e fora do estado.

— As entidades de classe abraçaram a feira de uma forma mais fortalecida. Outra questão foi que focamos no que o empresário tem interesse, a partir de uma pesquisa que fizemos — comenta.

Ouça aqui a entrevista completa:

Leia mais
Economia de Caxias do Sul precisa de revolução tecnológica para acompanhar mudanças 

Até 2017, o Sebrae realizava a Mercopar junto com a Hannover Fairs Sulamérica, especializada em feiras de negócios. Segundo Krieger, a parceria encerrou porque a empresa deixou o Brasil em meio à crise econômica. No ano passado, o Sebrae realizou a feira sozinho e a Fiergs entrou como apoiadora. Este é a primeira vez que ambas as entidades organizam o evento.

Conforme Krieger, há uma série de atividades neste ano voltadas para a inovação, que ganha mais força na Mercopar, por meio de palestras e encontros. Um dos pontos que ele enfatiza é a aproximação entre grandes indústrias e pequenas empresas, de base tecnológica.

— Estaremos pela primeira vez expondo startups. Serão 24 na feira. Isso é a forma que temos de conectar a indústria mais tradicional, que vem se reinventando, com essas empresas de base tecnológica e, a partir disso, gerar negócios — afirma.

Entre outras atividades, conforme Krieger, a feira também vai reunir prefeitos em seminários voltados à desburocratização e aproximação do setor público com a indústria.

A Mercopar deste ano está com o triplo de pré-inscrições comparada a 2018, o que dá uma perspectiva positiva. Essa previsão também é reforçada, segundo Krieger, com as rodadas de negócios - que, de acordo com ele, serão as maiores da história da feira. O gerente não fala, no entanto, em estimativa prévia de negócios que serão realizados, afirmando que a organização não trabalha com projeções, mas sim com os dados concretos. No ano passado, o volume ficou em R$ 54,4 milhões.

Leia mais
Economia de Caxias do Sul cresce no mês de julho
Caxias do Sul fecha mais de 500 vagas de emprego em agosto

Para Krieger, o aumento no número de expositores em 2019 também tem relação com o cenário e as perspectivas de retomada econômica da indústria. 

É a mesma opinião do presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs), entidade filiada à Fiergs, Reomar Slaviero.

— É um momento de expectativa de crescimento. É uma retomada, as empresas estão apostando. E juntamente com esse apoio da Fiergs, e de todos os sindicatos ligados à Federação, que estão apoiando a feira. Nós temos que acreditar nesta feira, o caxiense tem acreditar nela e divulgá-la, porque é a única que nós temos em Caxias do Sul — afirma.

Slaviero destaca que o estande coletivo que reúne empresas do Arranjo Produtivo Local também está com uma área maior neste ano.

Como visitar

Para quem deseja realizar a inscrição gratuita como visitante, é possível entrar no site da Mercopar ou ir diretamente nos pavilhões. A feira é voltada a empresários, compradores e vendedores, técnicos e representantes da indústria em geral. A edição 2019 abrange os setores metalmecânico, eletroeletrônico,  automação industrial, movimentação e armazenagem de materiais, serviços industriais, borracha, energia e meio ambiente, plásticos, tecnologia da informação e startups. Nos três dias, a Mercopar funciona das 13h às 20h.

Leia também
Fundo de apoio ao vinho será administrado de forma paritária entre governo e setor, afirma Onyx
Fundo para o setor vitivinícola será criado até o final do ano, garante ministro Onyx Lorenzoni
Preço médio da gasolina sobe 1,1% em setembro em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros