Lojistas de Caxias do Sul comemoram retomada das vendas neste inverno - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Abaixo de zero08/07/2019 | 13h48Atualizada em 08/07/2019 | 15h17

Lojistas de Caxias do Sul comemoram retomada das vendas neste inverno

Comerciantes estão conseguindo vender em julho o que não foi comercializado em junho

Lojistas de Caxias do Sul comemoram retomada das vendas neste inverno Alvarélio Kurossu/Agencia RBS
Fogões estão entre os artigos com maior procura nos últimos dias, além de estufas e aparelhos de ar-condicionado Foto: Alvarélio Kurossu / Agencia RBS

O frio intenso dos últimos dias na Serra Gaúcha, com registro de mínimas negativas em várias cidades, provocou aumento na procura por aparelhos de ar-condicionado, estufas e outros artigos semelhantes no comércio da região. Segundo o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Caxias do Sul, Ivonei Pioner, a procura chega a passar do dobro em relação à média no ano.

— Hoje (segunda-feira, 8) pela manhã estive em uma loja onde não havia mais ar-condicionado à venda porque todos foram vendidos em função do frio — conta.

Leia mais
Hemocentro de Caxias do Sul precisa de doadores de plaquetas. Saiba quem pode doar
Com frio intenso, aumenta a busca por atendimento em hospitais de Caxias

Pioner acrescenta que o próximo balanço do termômetro de vendas no comércio da CDL irá apontar esse aumento na procura por eletrodomésticos.

A presidente do Sindilojas Caxias, Idalice Manchini, também comemora. Conforme ela, para todo o comércio, tanto o de eletrodomésticos quanto o de vestuário e calçados, o frio é muito positivo, mesmo chegando atrasado.

— Se fosse esperar mais uma ou duas semanas, o lojista já iria começar a liquidar os setores. Como tivemos o frio, estamos lançando promoções. O frio com tempo bom na Serra impulsionou as vendas — afirma.

Leia mais
Frio dará trégua na Serra e semana tem previsão de sol
Cidades da Serra registram temperaturas negativas e formação de geada na manhã deste domingo

Segundo Idalice, os últimos dias foram de muitos consumidores nas lojas à procura de artigos como malhas, botas, aquecedores, fogões e lareiras. Ela acredita, inclusive, que o frio neste ano, por ser intenso, vai levar a um incremento nas vendas deste mês em relação a julho do ano passado, quando as temperaturas não chegaram a ficar tão baixas. 

A presidente do Sindilojas comenta que, agora, os lojistas estão conseguindo vender o que não foi comercializado em junho, que foi ruim para o setor justamente por conta da falta de frio.

— Que bom que os lojistas têm esse produto, porque é o que o consumidor está procurando agora. São toucas, mantas e outros itens pesados. É isso o que o cliente quer neste momento — reforça.

Leia também
Saiba se você receberá o segundo lote da restituição do Imposto de Renda
Estrada entre Vila Oliva e Gramado passa por obras de preparação para futuro aeroporto
Sem merendeiras e zeladoras, escolas estaduais ainda improvisam em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros