Semana cheia para o comércio caxiense - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Caixa-Forte 24/04/2019 | 21h04Atualizada em 25/04/2019 | 11h14

Semana cheia para o comércio caxiense

A semana torna-se recheada para o comércio caxiense, com a estreia de dois aguardados empreendimentos que ladeiam a rodovia RSC-453.

Semana cheia para o comércio caxiense Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Nesta quinta-feira bem cedinho, às 7h, é a vez da Comercial Zaffari inaugurar o atacarejo – misto de supermercado e atacado, com preços competitivos – Stok Center. Com 5 mil itens – em embalagens para consumidores finais e para pequenos estabelecimentos –, será a décima unidade da empresa nos mercados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 

 Leia mais:
Havan Caxias terá cafeteria de R$ 420 mil e 180 metros quadrados
Mais do que uma rede de lojas de departamento. Um case de marketing
Réplica da Estátua da Liberdade da Havan é instalada em Caxias  

Já a vizinha loja de departamentos Havan, que ganhou expectativa extra com a instalação da réplica da Estátua da Liberdade, terá o corte de fita dois dias depois. Com  investimento de R$ 11 milhões e geração de 150 empregos, o empreendimento será inaugurado no sábado, dia 27 de abril, às 10h, prometendo chamarizes e um público afoito por conferir promoções. O dono e garoto-propaganda da rede, Luciano Hang, gosta de surpreender a plateia.

Será a 124ª filial da cadeia catarinense, mas recém a segunda Havan em solo gaúcho – a primeira foi aberta em Passo Fundo, em dezembro do ano passado.A megaloja de 8 mil metros quadrados, com fachada estilizada da Casa Branca, trabalha com setores como os de cama/mesa/banho, eletrodomésticos, eletrônicos, bazar, presentes, moda (feminina, masculina, infantil, fitness e praia), e decoração. Para 2019, a meta da Havan é atingir faturamento de R$ 11 bilhões e abrir 25 filiais, ultrapassando 20 mil funcionários. 

Um dos diferenciais da Havan, que demandou negociação com representantes dos comerciários, será o horário flexível: atenderá de segunda a sábado, domingo e feriados das 9h às 22h. Pelo último acordo, o comércio local só não pode atender com mão de obra nos feriados de Natal, Ano-Novo e Dia do Trabalhador. A chegada da Havan exigirá estratégias mais arrojadas do varejo.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros