Secretário de Desenvolvimento promete retornar a Caxias e anunciar investimentos - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Governo do Estado25/04/2019 | 20h33Atualizada em 25/04/2019 | 20h33

Secretário de Desenvolvimento promete retornar a Caxias e anunciar investimentos

Ruy Irigaray espantou-se com necessidade de "aeroporto de Primeiro Mundo" e "estradas adequadas" na cidade

Secretário de Desenvolvimento promete retornar a Caxias e anunciar investimentos Cristiane Carvalho/CIC/Divulgação
Foto: Cristiane Carvalho/CIC / Divulgação

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray, palestrante de ontem na CIC em encontro promovido pelo movimento Mobilização por Caxias (MobiCaxias), apresentou as políticas para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul e comprometeu-se em retornar à cidade para apresentar soluções para o crescimento do Estado e anunciar investimentos em infraestrutura:

_ Não tem lógica uma cidade que é o motor do desenvolvimento do Rio Grande do Sul não ter um aeroporto de Primeiro Mundo e estradas adequadas para o escoamento da produção.

As áreas estratégicas a serem trabalhadas pela Sedetur e autarquias vinculadas, segundo ele, são mobilidade e logística, automobilística e autopeças, turismo, energia, tecnologia da informação, saúde avançada, defesa e segurança e agronegócio.

O presidente da CIC, Ivanir Gasparin, entregou a Irigaray um documento com 15 sugestões e reivindicações. Entre elas, a manutenção de convênio entre Governo do Estado, prefeitura e CIC para o funcionamento do escritório regional da Junta Comercial em Caxias, mesmo após a implantação do registro digital; e o  apoio à manutenção dos serviços do Porto Seco, a Estação Aduaneira de Caxias do Sul, que atualmente se encontra impedido de operar devido a um ato declaratório da Receita Federal, de 16 de abril de 2019.

Acompanharam Ruy Irigaray os diretores da Sedetur para Investimentos Internacionais, Rubens Bender; para o Turismo, Alexandre Romano; o presidente da Junta Comercial, Industrial e Serviços (JucisRS), Flávio Koch; a presidente do Badesul, Jeanette Lontra; o superintendente do BRDE no RS, Maurício Mocelin; e a diretora da Sala do Investidor, Marília Félix.

AS 15 DEMANDAS DA CIC
Pontos do documento entregue pelo presidente da CIC. Ivanir Gasparin, ao secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado, Ruy Irigaray

Turismo e enogastronomia
:: Apoio à concessão de parques nacionais em território gaúcho à iniciativa privada.
:: Revisão do ICMS incidente sobre a venda de bebidas alcoólicas.
:: Maior divulgação da Rota das Cervejarias Artesanais do RS.
:: Maior atenção à infraestrutura rodoviária e de comunicações nas comunidades do interior.
:: Interferência do governo estadual na legislação que alterou a cobrança de taxas autorais em hotéis.

Negócios internacionais
:: Apoio ao estudo para implantação de um terminal portuário no Litoral Norte para escoamento de cargas.
:: Apoio à manutenção dos serviços da Estação Aduaneira de Caxias do Sul, o Porto Seco, atualmente impedido de operar por meio de um ato declaratório da Receita Federal.
:: Criação de uma política para atração de investimentos aos moldes do Prodec, o Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense, para concessão de incentivos à implantação ou expansão de empreendimentos.

Economia e desenvolvimento
:: Promoção de políticas de privatizações e concessões; equilíbrio fiscal duradouro; maior eficiência na gestão do Estado; e diminuição da presença do Estado na economia.
:: Mais investimentos em educação e segurança, desburocratização da atividade empresarial e combate ao comércio ilegal.

Infraestrutura
:: Apoio e ações concretas em prol do projeto de construção do Aeroporto de Vila Oliva, com recursos para desapropriações.
:: Conclusão das tratativas para liberar a outorga do Aeroporto Regional Hugo Cantergiani à prefeitura.
:: Melhoria da malha rodoviária estadual e um plano de obras para recuperação e manutenção da Rota do Sol; inclusão no orçamento dos R$ 200 mil necessários para a conclusão da rótula de Fazenda Souza; e revisão da classificação da RS-122 de rodovia turística para rodovia de produção.
:: Intervenção da secretaria junto ao Daer para agilizar as autorizações especiais de trânsito (AETs) para tráfego de veículos com mais de 20 metros de comprimento e excesso de largura.

Junta Comercial
:: Manutenção dos escritórios regionais nos municípios em que estão instalados.

Leia também:
Prefeito de Gramado cumpre decisão e exonera 12 CCs
Caxias do Sul decide ficar de fora da programação oficial do Dia do Vinho
"Recurso do Dia do Vinho será priorizado para outras ações", diz secretária de Turismo

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros