Por negativa de desconto sindical, entidade entrará na Justiça contra empresas de Caxias e região - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Impasse24/04/2019 | 12h50Atualizada em 24/04/2019 | 12h50

Por negativa de desconto sindical, entidade entrará na Justiça contra empresas de Caxias e região

Entidade que representa metalúrgicos recebeu pouco retorno após comunicado cobrando repasse de contribuição sindical

Por negativa de desconto sindical, entidade entrará na Justiça contra empresas de Caxias e região Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Termina na próxima semana o prazo comunicado pelo Sindicato dos Metalúrgicos para empresas recolherem a contribuição sindical de trabalhadores da indústria em Caxias do Sul e outros sete municípios da Serra. No início deste mês, a entidade publicou edital no qual informava limite até 30 de abril para desconto na folha de pagamento dos funcionários referente ao mês de março — cujo valor totaliza um dia de remuneração.

Leia mais:
Edital sobre recolhimento de contribuição sindical gera controvérsia entre entidades em Caxias

Até o momento, no entanto, o retorno das empresas tem sido baixo, segundo o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos. Embora não haja levantamento oficial, o presidente da entidade acredita que pouco mais de 10% das empresas realizaram o desconto. Para as demais, conforme Assis Melo, a Justiça será acionada para intermediar a situação.

— Algumas empresas estão fazendo, outras não. Vamos encaminhar ações judiciais. Eu penso que as empresas deveriam pagar do próprio caixa, e não do salário dos trabalhadores. Agora, caso haja decisão favorável ao sindicato (por parte da Justiça), o que vão fazer: descontar do salário dos trabalhadores — afirma Assis.

De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs), Reomar Slaviero, a orientação da entidade patronal permanece a mesma de recomendar às empresas que não descontem dos funcionários.

— Não há impasse, existe a verdade, que é a lei. A gente tem de seguir a lei. As empresas não têm que se envolver na relação com o sindicato e eles (sindicato) querem que as empresas pratiquem a ação de descontar dos trabalhadores — defende Slaviero.

Para Assis, a orientação do sindicato interferiu no processo.

— Houve orientação (do Simecs), mas não podemos entrar na Justiça contra a entidade patronal — alega.

— Nós não mandamos nas empresas, apenas orientamos e, inclusive, seguimos posicionamento da Fiergs (Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul) —  contrapõe o presidente do Simecs.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e região abrange cerca de três mil empresas.


O QUE DIZ CADA ENTIDADE

Simecs

A MP 873 (de 1º/3/2019)

Art. 582

"A contribuição dos empregados que autorizarem, prévia e expressamente, o recolhimento da contribuição sindical será feita exclusivamente por meio de boleto bancário ou equivalente eletrônico, que será encaminhado obrigatoriamente à residência do empregado ou, na hipótese de impossibilidade de recebimento, à sede da empresa."

"A CLT passa a vigorar com as seguintes alterações:

Art. 578

As contribuições devidas aos sindicatos pelos participantes das categorias econômicas ou profissionais ou das profissões liberais representadas pelas referidas entidades serão recolhidas, pagas e aplicadas na forma estabelecida neste Capítulo, sob a denominação de contribuição sindical, desde que prévia, voluntária, individual e expressamente autorizado pelo empregado.

Art. 579

"O requerimento de pagamento da contribuição sindical está condicionado à autorização prévia e voluntária do empregado. 

§ 1º A autorização prévia do empregado a que se refere o caput deve ser individual, expressa e por escrito, não admitida a autorização tácita."

Metalúrgicos

O Artigo 582 da CLT

:: Os empregadores são obrigados a descontar da folha de pagamento de seus empregados relativa ao mês de março de cada ano a contribuição sindical dos empregados que autorizaram prévia e expressamente o seu recolhimento aos respectivos sindicatos. (Redação dada pela Lei nº 13.467, de 13.7.2017)" Vigência em 11/11/2017.

:: O Sindicato dos Metalúrgicos justifica que fez a assembleia que deliberou pelo recolhimento da contribuição sindical dos trabalhadores em 23 de fevereiro, antes, portando, da edição da MP 873.

Leia também
Caxias do Sul tem saldo negativo de empregos pela primeira vez no ano Cesta Básica em Caxias do Sul aumenta 0,86% em março 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros