Marcopolo não pretende buscar profissional no mercado para substituir CEO - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Mudanças23/04/2019 | 11h14Atualizada em 23/04/2019 | 11h25

Marcopolo não pretende buscar profissional no mercado para substituir CEO

Conselho da Embraer aprovou Francisco Gomes Neto como diretor-presidente e ele deixa a fabricante de ônibus caxiense na próxima semana

Marcopolo não pretende buscar profissional no mercado para substituir CEO Felipe Nyland/Agencia RBS
Francisco Gomes Neto deixa a Marcopolo na próxima terça-feira Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A Marcopolo vai dar preferência para uma sucessão interna em vez de buscar um executivo no mercado para substituir o cargo de CEO de Francisco Gomes Neto. Em reunião do conselho de administração da Embraer, realizada nesta segunda-feira (22), foi aprovado, por unanimidade, o nome de Francisco como novo diretor-presidente da fabricante de aeronaves. Com isso, ele deixará o cargo de CEO da companhia caxiense, na próxima terça-feira (30), para dar início ao mandato na Embraer, que inicia em 1º de maio.

Leia também
Os novos ares de Francisco Gomes Neto
CEO da Marcopolo renuncia após ser indicado para presidente da Embraer

Com a mudança do executivo para a Embraer, o cargo de diretor-geral da Marcopolo será ocupado interinamente por James Eduardo Bellini, presidente do Conselho de Administração da fabricante de ônibus. Ele é um dos filhos do fundador da companhia, Paulo Bellini, que morreu em 2017. Enquanto o Conselho não elege quem assumirá em definitivo o comando da multinacional, James deverá acumular os cargos. 

Ele pode permanecer como CEO por seis meses, prazo que pode ser prorrogado por outros seis meses. Depois disso, ou James terá de deixar o Conselho para ficar como diretor-geral da companhia, ou a empresa terá que indicar outro nome para o cargo.





 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros