Lojistas de Caxias comemoram retorno dos consumidores - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Retomada07/01/2019 | 18h30Atualizada em 07/01/2019 | 18h47

Lojistas de Caxias comemoram retorno dos consumidores

Clima de recomeço já pode ser percebido nas ruas centrais da cidade. "Um novo cenário", diz presidente do Sindilojas

Lojistas de Caxias comemoram retorno dos consumidores Felipe Nyland/Agencia RBS
Avenida Júlio de Castilhos voltou a registrar trânsito intenso de pedestres nesta segunda-feira (7) Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Os lojistas da área central de Caxias do Sul comemoram o retorno dos consumidores e, consequentemente, dos negócios. Após duas semanas de calmaria, devido ao recesso das festas de fim de ano, ontem as ruas voltaram a ter movimento intenso de carros e de pessoas.

Leia mais:  
Ruas movimentadas e trânsito intenso: Caxias do Sul de volta à rotina

A presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas), Idalice Manchini, aposta na retomada das vendas no comércio a partir desta semana. Segundo a dirigente, entre os dias 22 de dezembro e 6 de janeiro, o movimento nas lojas caiu pelo menos 40%. Neste período, informa, a saída dos comerciantes foi tentar atrair consumidores com promoções. Mesmo assim é um dos períodos mais fracos do comércio.

A aposta para 2019, no entanto, está otimista. Idalice assegura que o setor fechou o último trimestre de 2018 no positivo e que aos negócios de novembro e dezembro foram bons. Para este ano, a expectativa é de crescimento real de 6% em relação ao ano passado. 

— Entramos em um novo cenário. Os consumidores estão mais confiantes em relação à economia e aos seus empregos — ressalta. 

Outro dado importante registrado pelo sindicato foi o aumento de pessoas tentando recuperar seu crédito no mercado.

— É um indicador positivo. Significa que os consumidores pretendem comprar mais este ano.   

Em novembro, os lojistas criaram 224 das 559 vagas formais abertas no período em Caxias, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No acumulado de 2018, Caxias  foi a cidade gaúcha que mais criou postos de trabalho. Ao todo, de janeiro a novembro, foram geradas 7.615 vagas com carteira assinada. Em todos os meses, o município teve saldo positivo no Caged. 

Bares e restaurantes

O setor gastronômico da cidade também  entrou em recesso nas duas últimas semanas. Segundo o presidente do Sindicato dos Hotéis e Restaurantes (Segh), Vicente Perini, cerca de 60% dos bares e restaurantes aproveitam o período de baixo movimento para dar folga aos funcionários e  fazer a manutenção e limpeza dos estabelecimentos. Desses, segundo Perini, 60% estão retornando esta semana. 

— Por trabalharem nos finais de semana, alguns chegam a fechar durante 30 dias, mas a maioria já está de vota à ativa — destaca Perini. 

Mais clientes nos bancos

O  Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs) não tem dados sobre as empresas da região que tiveram férias coletivas no período de final de ano. As empresas do grupo Randon voltaram às atividades ontem. A maior empregadora da cidade, a Marcopolo, no entanto, entrou em férias coletivas ontem e os cerca de sete mil trabalhadores dos setores de produção devem retomar dia 21 de janeiro. 

A expectativa também é de aumento na circulação de clientes nas agências bancárias. Algumas contas, como o IPTU de Caxias do Sul, por exemplo, oferecem desconto para os contribuintes que pagarem até o final do mês. O valor integral vem com desconto de 15% para o contribuinte que não tiver dívidas com o município e de 10% para quem tiver alguma pendência. O vencimento será em 25 de janeiro. É possível acessar à guia para pagamento no site da prefeitura. 

Já o prazo com desconto máximo para o IPVA encerrou-se no dia 28 de dezembro. Mesmo assim, é possível pagá-lo até abril desconto com os de Bom Motorista (até 15%) e do Bom Cidadão (até 5%), caso o proprietário do veículo tenha direito, além da incidência em cascata de descontos de 3%, 2% e 1%, respectivamente, para os pagamentos do IPVA feitos em janeiro, fevereiro e março. 


Bares e restaurantes

O setor gastronômico da cidade também entrou em recesso nas duas últimas semanas. Segundo o presidente do Sindicato dos Hotéis e Restaurantes (SEGH), Vicente Perini, cerca de 60% dos bares e restaurantes aproveitam o período de baixo movimento para dar folga aos funcionários e  fazer a manutenção e limpeza dos estabelecimentos. Desses, segundo Perini, 60% estão retornando esta semana. 

— Por trabalharem nos finais de semana, alguns chegam a fechar durante 30 dias, mas a maioria já está de vota à ativa — destaca Perini. 


 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL 07/01/2019Caxias volta a rotina após o feriadão de final de ano. (Felipe Nyland/Agência RBS)
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Menos feriados e mais produção em 2019

E para quem já está pensando na próxima folga - e já tirou férias, saiba que ainda está distante: o primeiro feriado de fato será em 19 de abril, sexta-feira, dia da Paixão de Cristo. Antes disso, o Carnaval, no dia 5 de março, terá ponto facultativo, o que não garante folga para todo mundo. 

Em 2019 não haverá menos oportunidades de esticar feriadões em quatro dias, colando com o final de semana. Isso é bom para a produção nas indústrias. No entanto, os quatro feriados que caem no sábado não são uma boa notícia para os lojistas. De acordo com Ricardo Diedrich, presidente da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV), este é o melhor dia da semana para os pequenos lojistas.

Leia também:
"Tinha de manter a calma, para acalmar ele", diz mãe de bebê que ficou preso no carro em Caxias
O que José Ivo Sartori deixa para a Serra
Prefeitura de Bento Gonçalves vai unificar Secretarias do Esporte, Habitação e Assistência Social 










 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros