Energia solar, um filão que só cresce na Serra - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Caixa-Forte11/01/2019 | 15h00Atualizada em 11/01/2019 | 15h00

Energia solar, um filão que só cresce na Serra

Com o gerador fotovoltaico, empresa caxiense economizará R$ 80 mil por ano, com retorno do investimento previsto em pouco mais de três anos

Energia solar, um filão que só cresce na Serra Julio Cesar Lovatel/divulgação
O sistema solar foi conectado à rede da RGE. Quando gera mais energia do que a empresa está consumindo, essa sobra é enviada para a concessionária, criando créditos para a utilização futura Foto: Julio Cesar Lovatel / divulgação

Em tempos em que a conta da luz pesa no bolso, investir em energia solar pode representar uma boa estratégia a longo prazo.  A procura por essa alternativa é uma tendência que vem crescendo. 

A caxiense Free Energia Solar, que trabalha com esse tipo de sistema, finalizou em dezembro um projeto de médio porte para a conterrânea Cristal Têxtil, do bairro Kayser,  em que  foram instalados 244 módulos fotovoltaicos no telhado. 

Esse novo gerador será suficiente para atender a 80% do consumo atual da empresa. Resultado: gerará economia de R$ 80 mil por ano, com retorno do investimento previsto em pouco mais de três anos.

– O sistema solar foi conectado à rede da RGE. Quando gera mais energia do que a empresa está consumindo, essa sobra é enviada para a concessionária, criando créditos para a  utilização futura – ilustra Julio Cesar Lovatel, sócio da Free, ao lado de João Cláudio Fabris.

O empresário afirma que o custo para a instalação de sistemas de energia solar caiu quase 50% em dois anos, com linhas de crédito específicas para fomentar e popularizar esse mercado sustentável.

Leia mais:

 Empresários da indústria estão mais dispostos a investir nos próximos seis meses

 Polêmica sobre fechamento de restaurantes aos domingos, em Caxias, segue em debate

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros