Curso em Bento Gonçalves ensina a fazer vinhos - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Produção própria07/01/2019 | 11h39Atualizada em 07/01/2019 | 13h02

Curso em Bento Gonçalves ensina a fazer vinhos

Capacitação, que está com inscrições abertas, ocorre no final de janeiro

Curso em Bento Gonçalves ensina a fazer vinhos Roberto Preto/Divulgação
Em Ipê, a produtora rural Cristiane Pinheiro Mondoni produziu vinhos após o curso realizado no ano passado Foto: Roberto Preto / Divulgação

Se no passado era comum cada família produzir o próprio vinho, hoje o hábito é o consumo do produto feito em larga escala. Quem quer retomar o costume de antepassados esbarra no fato de que o conhecimento se perdeu nas gerações anteriores. Nesse caso, uma opção é o curso da Embrapa Uva e Vinho, que será ministrado para duas turmas no final deste mês em Bento Gonçalves

Com um dia e meio de duração, o curso aborda a teoria e a prática da elaboração de suco de uva e vinhos brancos e tintos. Um dos turnos é dedicado exclusivamente para a análise sensorial das bebidas, em que é possível aprender sobre os atributos de um bom produto e identificar defeitos graves. 

Entre o público alvo do curso estão também pequenos produtores rurais. Esse é o caso de Cristiane Pinheiro Mondoni, 47 anos, dona de uma propriedade rural com certificação de produção orgânica no interior de Ipê. Ela fez a capacitação há um ano e ainda em 2018 produziu as bebidas. 

— A nossa safra no Ipê é um pouco tardia. Então, nós conseguimos colher as nossas uvas por abril e a gente já produziu tanto suco como vinho para experimentar mesmo o que foi passado no curso. 

Desta vez, processo foi ainda artesanal, embora a ideia seja desenvolver um projeto para comercializar vinhos e sucos orgânicos. Antes, porém, é preciso obter autorização junto ao governo federal. 

Essa é uma fase pela qual Liberato Marangoni, 65, também terá de passar para dar sequência aos planos que tem. Aliás, a história dele mostra que o curso que ensina a elaborar vinhos não se limita a atrair moradores da Serra. No verão de 2018, o aposentado saiu de São Carlos, em Santa Catarina, para aperfeiçoar o conhecimento que já tinha sobre a produção da bebida. 

Na juventude dele, a família costumava fazer o vinho para consumo próprio e para amigos. Agora, a ideia de Marangoni é  produzir para comercializar. No Estado vizinho, ele já conta com uma estrutura para o trabalho. Como a cidade onde mora não produz uvas viníferas, compra a fruta de Alpestre, no Norte do Rio Grande do Sul. No entanto, a passagem pela Serra Gaúcha, a maior produtora de uvas do país, também está rendendo negócios. 

— Eu aproveitei o período e visitei ali no Vale dos Vinhedos algum produtor de uva e de vinho em pequena escala e, inclusive, estou até negociando uvas.

Além de interessados na produção própria e pequenos produtores rurais, o curso é voltado para cooperativas, estudantes de áreas de atuação relacionadas ao assunto e Agentes de Transferência de Tecnologia. A capacitação em Bento Gonçalves ocorre em duas turmas: a primeira em 28 e 29 de janeiro e a segunda, nos dias 30 e 31 de janeiro. O investimento é de R$ 150. A inscrição pode ser feita no site embrapa.br.

Leia também
Caxias e Gramado estão entre as principais comunidades de startups do país
Região das Hortênsias lidera procura por hospedagem no Airbnb no país
Hard Rock Café Gramado bate recorde de público

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros