Caxienses correm em busca da aposentadoria - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Benefícios INSS25/01/2019 | 19h55Atualizada em 25/01/2019 | 20h22

Caxienses correm em busca da aposentadoria

Nos últimos dois anos, o número de pedidos cresceu 44% em Caxias do Sul. Em oito anos foram encaminhados quase 50 mil benefícios na cidade, que tem 81 mil aposentados

Caxienses correm em busca da aposentadoria Lucas Amorelli / Agência RBS/Agência RBS
Caxias do Sul conta, hoje, com mais de 81 mil aposentados que rateiam o valor mensal de R$ 146 milhões Foto: Lucas Amorelli / Agência RBS / Agência RBS

Nos últimos dois anos, o número de encaminhamentos de aposentadorias cresceu 44% em Caxias do Sul. Em 2018 foram 11.535 pedidos frente a 7.989 solicitações em 2016, segundo a Superintendência Regional Sul do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). 

Ao todo, nos últimos oito anos, o INSS recebeu 49.252 solicitações do benefício no município. A alta recente é reflexo das negociações e os debates que envolvem a Reforma da Previdência, que deve ser encaminhada pelo governo federal ainda neste ano. 

Hoje,  Caxias do Sul conta com 81.155 aposentados, o que corresponde a 16% da população do município, estimada em 504 mil pessoas, pelo último levantamento do IBGE. O valor pago mensalmente alcança cifras superiores a R$ 146 milhões.

— O receio da reforma fez com que muitas pessoas se antecipassem, se preocupassem com isso. Nunca se falou tanto em Previdência como nesse período (desde 2016). Quem tem alguma possibilidade de se aposentar, está providenciando documentos e encaminhando — avalia a advogada Jane Berwanger, diretora do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP).

Segundo ela, há uma certa crise de confiança no direito adquirido: 

— Muitas pessoas não confiam que o governo vá respeitar o direito daqueles que já poderiam ter se aposentado e não pediram o benefício ainda, então preferem o certo ao duvidoso — declara.

O movimento verificado em Caxias é semelhante no Estado e no país. De janeiro a dezembro de 2018, o RS teve quase 278 mil novos pedidos. No Brasil, foram 3,4 milhões.

— Quem tinha alguma hipótese de se aposentar, fez isso entre 2016 e 2017. Continua a procura, mas não mais tão intensa.

Para 2019, a previsão é de busca mais moderada.

— Não acredito num crescimento muito grande, justamente porque foi bem alto nos anos anteriores. Ou seja, a quantidade de pessoas que preenche as condições para se aposentar não é tão ampla, que possa haver um aumento tão significativo de pedidos vários anos seguidos — justifica a diretora do IBDP.

Foto:

Leia também:  
Veja o que a Câmara de Caxias já votou no recesso parlamentar

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros