Caxias do Sul tem ao menos 580 vagas de empregos abertas - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Economia22/01/2019 | 08h00Atualizada em 22/01/2019 | 08h14

Caxias do Sul tem ao menos 580 vagas de empregos abertas

O ano começou com boas expectativas para quem busca espaço no mercado de trabalho. Representantes de entidades reforçam clima de otimismo

Caxias do Sul tem ao menos 580 vagas de empregos abertas Antonio Valiente/Agencia RBS
Unidade do Sine disponibiliza 150 chance de estágios em Caxias e 300 na região Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

O ano começou com boas expectativas para quem busca uma vaga no mercado de trabalho caxiense. Pelo menos 580 vagas estão disponíveis na Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS/Sine)  e no Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) de Caxias do Sul. Dessas, 220 são contratações temporárias feitas pela Festa da Uva. 

 No Sine, uma longa fila  se formava na Avenida Júlio de Castilhos, antes das 7h30min para disputar uma das 430 vagas oferecidas. É o mercado sinalizando a retomada da economia. 

Até novembro do ano passado, a cidade abriu 7,6 mil novas vagas, segundo dados do Caged. Foi o município que mais contratou no Estado. Também é a cidade que mais está oferecendo postos de trabalho do RS, informa o coordenador do Sine, Valmir Nogueira Funari. 

— Não lembro do Sine oferecer tantas vagas no início de um ano — destaca Funari. 

Outro ponto positivo, segundo ele, é que as ofertas estão diversificadas. Ou seja, envolvem vários setores e não somente a indústria, como aconteceu nos últimos meses. 

— Temos cargos para técnicos, zeladoria, administrativo, produção, comércio... É um bom sinal. Sem contar que há novas empresas chegando em Caxias e que devem abrir outras oportunidades — diz Funari, referindo-se principalmente a vinda da megaloja Havan, cuja seleção deve passar pelo Sine. 

Retomada nos serviços

O setor de serviços foi o último a entrar na crise, mas já está se recuperando. Antes mesmo do comércio. Até novembro do ano passado, o setor abriu 1.806 novas vagas. A vice-presidente de Serviços da CIC, Maristela Chiappin, garante:

— Estamos contratando, sim!

Segundo ela é o reflexo da retomada da indústria caxiense que vem acontecendo desde o primeiro semestre do ano passado.

— O ano começou com clima de otimismo. Estamos confiantes na retomada da economia, em todos os setores – observa Maristela.

Em novembro e dezembro de 2018, o comércio caxiense contratou cerca de 250 trabalhadores para atender à demanda das vendas de final de ano. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Ivonei Pioner, adianta que estas pessoas continuam no mercado. Ou seja, mesmo em época de baixa nas vendas, os comerciantes estão mantendo o quadro de funcionários, prevendo aumento dos negócios durante a Festa da Uva. 

Outro dado positivo, segundo Pioner, é que estão aparecendo novos empreendimentos. 

— As placas de aluga-se estão se reduzindo na área central. Mesmo que sejam pequenas, as novas empresas acabam impulsionando a economia e a movimentação no setor— observa o dirigente.

Procura por vagas de emprego gera fila de meio quarteirão no Sine de Caxias.
Na manhã de ontem, uma longa fila se formou na Avenida Júlio de castilhos para buscar uma vaga no Sine CaxiasFoto: Marcelo Passarella / Agencia RBS

"O melhor janeiro dos últimos cinco anos"

A indústria caxiense contratou mais de 5,5 mil trabalhadores até novembro do ano passado. Para o presidente do  Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs), Reomar Slaviero, foi um número muito bom, embora ainda esteja longe de repor as 24 mil demissões que ocorreram entre 2014 e 2017. Ele acredita que o ano também começou bem para as indústrias.

— É o melhor janeiro dos últimos cinco anos — reforça.

No entanto, informa, é preciso aguardar até março para ter certeza de que esta retomada será consistente. 

As duas maiores empregadoras da cidade, Marcopolo e Randon, começaram o ano com a carteira recheada de pedidos. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL (21/01/2019)Estudantes procuram vaga de estágio no CIEE em Caxias do Sul. (Antonio Valiente/Agência RBS)
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

150 vagas de estágio

A Unidade Operacional de Caxias do Sul do CIEE, que envolve 29 municípios, está com 300 vagas de estágio para estudantes. Dessas, cerca de 150 só para Caxias. 

O volume é pelo menos 5% superior que o mesmo período do ano passado, segundo a coordenadora, Paula Novello.

— O mercado está mais aquecido e as possibilidades estão sendo ampliadas — declara Paula.

Na tarde de ontem, o espaço onde opera o Centro, no bairro São Pelegrino, estava movimentado. Centenas de estudantes passam por lá diariamente. A estudante de Publicidade e Propaganda Michele Corso de Barros, 22 anos, já conseguiu dois estágios via CIEE. Está em busca do terceiro.

— Adquiri muito conhecimento neste um ano e sete meses que atuei no mercado.

Ela termina o corso em julho deste ano e, acredita, que com a experiência que adquiriu vai conseguir facilmente uma colocação no mercado de trabalho. Paula reforça que janeiro é um bom período para procurar estágio.

— Por ser um período de férias escolares, aumentam as chances para quem quer ingressar no mercado. Não há tantos concorrentes na hora da entrevista — salienta a coordenadora do Sine.

Atualmente, a unidade da região conta com 25 mil cadastros de estudantes buscando uma vaga de estágio.  

Saiba mais

* De janeiro a novembro de 2018, foram geradas 7.615 vagas com carteira assinada em Caxias do Sul. Foi a cidade que mais criou postos de trabalho no estado.

* Em todos os meses de 2018, o município teve saldo positivo.

* A maioria das vagas formais geradas no município está na indústria de transformação, que abriu 5.583 postos neste ano. 

* O setor de serviços aparece na sequência, com 1.806 postos criados. 

* Até novembro do ano passado, os únicos segmentos que operam com saldo negativo foram a construção civil e a administração pública, que fecharam, respectivamente, 87 e 5 posições.

Fonte: Caged



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros