Livraria Paulinas se despede de Caxias do Sul - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Caixa-Forte11/12/2018 | 19h42Atualizada em 11/12/2018 | 19h42

Livraria Paulinas se despede de Caxias do Sul

Vendas baixas de obras de cunho religioso motivaram decisão

 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 11/12/2018. Loja da Livraria Paulina, localizada na Rua Marquês do Herval esquina com Os 18 do Forte, irá fechar. (Porthus Junior/Agência RBS)
Filial na esquina da Marquês do Herval e Os Dezoito do Forte possui três funcionáriosFoto: Porthus Junior / Agencia RBS

A crise financeira que assola o setor livreiro brasileiro provoca reflexos em Caxias do Sul. A Livraria Paulinas, instalada na esquina das ruas Marquês do Herval e Os Dezoito do Forte, confirma a despedida do mercado local. O último dia de atendimento será 28 de dezembro.

Com isso, a rede de livrarias manterá no Estado apenas a loja de Porto Alegre. Com o fechamento da unidade caxiense, a grupo deslocará o investimento para uma filial em Juazeiro do Norte, no Ceará.

Os fracos negócios envolvendo livros de cunho religioso, foco da empresa, são o pano de fundo do fechamento da loja, em ponto alugado há três anos e meio. Três funcionários serão impactados pela medida. 

A Livraria Paulinas pertence à Congregação Filhas de São Paulo (Irmãs Paulinas), fundada 1915, em Alba, na Itália. O Brasil foi o primeiro país fora da Itália a receber a Paulinas, hoje presente em 50 nações. No Brasil, são 33 livrarias, além de editora de livros e revistas, gravadora, produtora de vídeos, rádio, webTV e portal.

Para situar: duas gigantes do setor, as redes de livrarias Cultura e Saraiva ingressaram recentemente com pedidos de recuperação judicial para contornar o alto endividamento. O setor livreiro sofre com os novos tempos tecnológicos e o hábito baixo de leitura do brasileiro. 

Leia mais:

 Caxias do Sul ganha ponto de venda da Swarovski

 Após dois anos de mercado, barbearia de Caxias do Sul inaugura expansão

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros