Supermercados gaúchos esperam um Natal mais farto  - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte07/11/2018 | 18h00Atualizada em 07/11/2018 | 18h00

Supermercados gaúchos esperam um Natal mais farto 

A expectativa é de que os empreendimentos do segmento abocanhem cerca de 20% (ou R$ 2,7 bilhões) do 13º salário dos moradores no RS

Supermercados gaúchos esperam um Natal mais farto  PROCON SC/Divulgação
92,3% dos clientes pretendem efetuar compras em supermercados para as festas de fim de ano Foto: PROCON SC / Divulgação

O setor supermercadista do Rio Grande do Sul está exultante com a proximidade do Natal e do Ano-Novo. A expectativa é de que os empreendimentos do segmento abocanhem cerca de 20% (ou R$ 2,7 bilhões) do 13º salário dos gaúchos, sobretudo em compras de itens típicos para as festas, como aves natalinas, bombons, espumantes, lentilha, bebidas e presentes.

Para decifrar o que esperam os supermercadistas e a intenção de compra da população, a Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) divulgou um estudo assinado pelo Instituto Segmento Pesquisas, que ouviu 20 empresários do setor e 200 consumidores de ambos os sexos, de diferentes classes sociais e faixas etárias em todo o Rio Grande do Sul.  

Um dado que impressiona: 92,3% dos clientes pretendem efetuar compras em supermercados para as festas de fim de ano. O percentual impulsiona uma projeção otimista de crescimento de 3,6% nas vendas do setor na comparação com o Natal e o Ano-Novo de 2017. Os preços de produtos típicos estarão, em média, 0,9% superiores aos praticados nas festas do ano passado.

A pesquisa

Cada gaúcho presenteará, em média, seis pessoas do seu convívio.

As famílias gastarão, em média, R$ 330,59 em alimentos para as festas.

O calendário está a favor, pois conta com cinco finais de semana em dezembro. Natal e Ano-Novo cairão na terça-feira, esticando em três os dias de movimento pré-feriados nos supermercados.

90% dos supermercadistas ouvidos farão alguma promoção para as festas.

Na ceia natalina, o produto apontado pelos gaúchos como “aquele que não pode faltar” é o peru/chester, enquanto no Réveillon foi citada a lentilha.

Ganham destaque as projeções de boas vendas também em cervejas (+4,8%) e carnes bovinas (+4,7%).


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros