Protocolado projeto de lei que incentiva a criação de agroindústrias em Caxias - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Indústria14/11/2018 | 19h43Atualizada em 14/11/2018 | 19h55

Protocolado projeto de lei que incentiva a criação de agroindústrias em Caxias

Documento está baseado em reivindicações de produtores do setor

Protocolado projeto de lei que incentiva a criação de agroindústrias em Caxias Felipe Nyland/Agencia RBS
Apenas duas queijarias estão em funcionamento no interior de Caxias Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Foi protocolado nesta quarta-feira (14) junto à prefeitura  de Caxias do Sul o projeto de lei que institui a Política Municipal de Apoio à Agroindústria Familiar - “Produto da Colônia”.

A proposta foi  montada pelas comissões de Agricultura, Agroindústria, Pecuária e Cooperativismo e, Desenvolvimento Urbano, Transporte e Habitação da Câmara, com a colaboração dos produtores, que manifestaram as principais demandas do setor, e de entidades ligadas ao setor.

Leia mais:
Fiscalização inviabiliza pequenos negócios no interior de Caxias
Clima de indignação em audiência sobre agroindústrias na Câmara de Caxias
Funcionários da Secretaria de Agricultura questionam fiscalização de pequenos negócios em Caxias
Secretaria de Agricultura diz não ter denúncias sobre fiscalização do agronegócio em Caxias

— O projeto é resultado de uma integração de forças, cujo objetivo foi valorizar e fortalecer as agroindústrias, que exercem papel fundamental tanto para a economia como para a preservação de nossa cultura — argumenta Gustavo Toigo (PDT), presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico.

— Diante da construção do projeto, acredito na possibilidade, a médio e longo prazos, de que a medida seja positiva e traga ganhos para ambas as partes, as agroindústrias e o município — completa o Velocino Uez (PDT), presidente da Comissão de Agricultura.

Entre outros itens, o projeto prevê facilitar a implantação e regularização e regrar a atuação da fiscalização (para que seja prioritariamente orientadora e com critério da dupla visita antes da lavratura de infração, quando cabíveis).

O projeto surgiu após relatos de produtores do interior  que  reclamam das dificuldades de manter o negócio, principalmente, por conta do caráter punitivo das agentes fiscais da Secretaria da Agricultura.  O assunto foi abordado em reportagens publicadas no Pioneiro.

Leia também:  
Impasse no pagamento da primeira parcela da venda da Voges em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros