Litro da gasolina cai até R$ 0,20 em Caxias do Sul - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Combustíveis05/11/2018 | 17h47Atualizada em 05/11/2018 | 17h47

Litro da gasolina cai até R$ 0,20 em Caxias do Sul

No início de outubro, litro chegou a 5,10. Na tarde desta segunda-feira (5), o preço médio é de R$ 4,90

Litro da gasolina cai até R$ 0,20 em Caxias do Sul Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Demorou, mas chegou. Após estabelecer recordes consecutivos, o preço do litro da gasolina recuou na última semana nas revendas de combustíveis de Caxias do Sul. No início de outubro, o valor avançou a barreira de R$ 5 e chegou a R$ 5,10 em muitos postos da cidade.

Nas últimas semanas, a Petrobras anunciou redução do valor nas refinarias. Na quarta-feira, dia 31 de outubro, o recuo chegou a 6,2% e o litro custava R$ 1,8466 (sem tributos). No feriadão de Finados, o preço se manteve inalterado. 

Blitz realizada pelo Pioneiro na tarde desta segunda-feira (5) nas revendas de Caxias constatou queda de até R$ 0,27 em relação ao último levantamento realizado em 2 de outubro.

O valor mais barato encontrado foi de R$ 4,829 e o mais caro R$ 4,969 —diferença de R$ 0,14. Os valores voltaram ao patamar do dia 10 de setembro. O último relatório da Agência Nacional do Petróleo (ANP), realizado na semana de 21 a 27 de outubro, apontou R$ 5,026 o valor médio por litro nas revendas de Caxias do Sul. 

R$ 4, 53 em SC

Apesar do recuo, o valor do combustível no Rio Grande do Sul ainda está muito alto se comparado com municípios do vizinho Santa Catarina. Os veranistas que estiveram por lá no Feriadão puderem abastecer a R$ 4,53 em Passo de Torres, por exemplo, coladinho a Torres. Diferença de R$ R$ 0,44.  É o reflexo do preço de pauta, como é chamado o valor em que o Governo do Estado do RS se baseia para aplicar o ICMS sobre o combustível. O aumento de R$ 4,40 para R$ 4,76 na base de cálculo entrou em vigor julho deste ano.

Foto:


DIREITOS NA HORA DE ABASTECER 

Preço livre

A Lei do Petróleo não prevê qualquer tipo de tabelamento, valores máximos ou mínimos. Pesquise antes de entrar no posto para abastecer.

Preços devem ser iguais no painel e na bomba

Preste atenção se o posto exibe os preços dos combustíveis bem visíveis em um painel logo na entrada, durante o dia e à noite. O preço do combustível no painel deve ser igual ao cobrado na bomba.

Confira a origem do combustível

O posto deve informar claramente de onde vêm seus produtos. Os postos sem distribuidora exclusiva (bandeira branca) têm de informar, em cada bomba abastecedora, qual foi a distribuidora que forneceu o combustível.

Veja se é comum ou aditivado

Toda bomba abastecedora tem que deixar claro, bem destacado, se o combustível fornecido ali é comum ou aditivado.

Você pode testar a vazão

Se você desconfiar de diferença entre a quantidade de combustível que você pagou e a que realmente foi posta no seu tanque, peça ao posto para testar a bomba na sua frente. É o chamado teste de vazão, que o posto não pode se negar a fazer. No teste, o representante do posto deve utilizar medida-padrão de 20 litros certificada pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial). A diferença máxima permitida é de 100ml para mais ou para menos. Se for maior, entre em contato com a ANP.

Exija nota fiscal

Ela é a prova de que você comprou naquele posto e só ela identifica o que você comprou, por isso é importante guardá-la

Venda casada

O posto não pode vender combustível com a condição de que o cliente compre outro combustível, outro produto ou serviço. Isso é venda casada, proibida por lei.

Quantidade

A revenda não pode limitar a quantidade de combustível que vai vender a cada cliente. É proibido reter estoque de combustíveis, não atendendo aos pedidos dos consumidores.


CONTATE A ANP

Se você suspeitar de irregularidades, informe o ocorrido à ANP, pela internet ou pelo telefone 0800-970-0267 (ligação gratuita). O consumidor também pode procurar o Procon do seu município.

 Leia também:
Os anos de ouro do futebol caxiense
Os incêndios da Câmara de Vereadores e do Cine Ópera
O fim dos aos racionamentos de água em Caxias
Quando Caxias virou Capital da Cultura
A chegada da TV a cores 



 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros