Mercopar 2018 movimenta R$ 54,4 milhões em negócios - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Indústria05/10/2018 | 20h04Atualizada em 05/10/2018 | 20h04

Mercopar 2018 movimenta R$ 54,4 milhões em negócios

Volume negociado foi 21% inferior em comparação com a edição do ano passado

Mercopar 2018 movimenta R$ 54,4 milhões em negócios Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Rodadas de negócios movimentaram a feira Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Os negócios encaminhados durante a Mercopar 2018 tiveram redução de 21% em relação à edição passada da feira. Ao longo dos três dias de evento, que ocorreu de 2 a 4 de outubro, no Centro de Eventos da Festa da Uva, em Caxias do Sul, o volume de transações foi de R$ 54,4 milhões, considerando os resultados das rodadas de negócio e também o atendimento feito diretamente nos estandes. Em 2017, quando a feira teve um dia a mais, a cifra chegou a R$ 69,3 milhões.

Leia também:
Cerca de 30 mil contribuintes têm IPTU atrasado em Caxias do Sul
Caxias não tem estrutura para realizar feiras de negócios
Festuris Gramado vai movimentar R$ 280 milhões

A projeção de negócios em 2018 foi positiva na avaliação do Sebrae-RS, que inicialmente esperava igualar os números de 2017. Pesquisa realizada junto aos expositores indicou que 92,3% pretendem participar da próxima edição da feira, em 2019. Outro dado a ser destacado é que 64% consideraram que a feira superou e atendeu às expectativas. 

- Levando em conta que neste ano tivemos três dias de feira, em comparação com os quatro dias do ano passado, os valores projetados praticamente se mantiveram. E isso é um fator relevante, considerando-se o cenário atual - diz o diretor Técnico do Sebrae RS, Ayrton Pinto Ramos.

A 27ª edição da Mercopar recebeu mais de 10 mil visitantes. Em 2017, 13 mil pessoas haviam passado pelo evento. Com um conceito renovado, a Mercopar 2018 trouxe para Caxias um conjunto de inovações relacionadas à indústria 4.0, encadeamento tecnológico entre pequenas e grandes empresas e a promoção de conexões entre as soluções desenvolvidas pelas startups para os grandes players do setor industrial. 

- Muito mais do que um espaço onde as empresas expõem seus produtos e serviços, nesta edição da feira oportunizamos o intercâmbio de conhecimento e a troca de ideias, além de aproximar o aspecto tecnológico das startups das necessidades das grandes empresas. É um movimento em que todos saem ganhando - ressalta Ramos.



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros