Impasse na licitação dos boxes da Ceasa Serra - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte10/10/2018 | 19h33Atualizada em 10/10/2018 | 19h33

Impasse na licitação dos boxes da Ceasa Serra

Os permissionários questionam o lance mínimo, de R$ 8 mil, preço considerado inviável, e 13 vezes acima do praticado em 2016, de R$ 600

Impasse na licitação dos boxes da Ceasa Serra Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Se não for realizada a licitação, haverá a possibilidade de apontamento e responsabilização legal pelo Tribunal de Contas do Estado Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Um assunto está gerando controvérsia junto aos boxistas da Ceasa Serra e a Administração de Consórcios Intermunicipais S/A (Adcointer).

Em reunião nesta quarta-feira (10/10), foi discutido o edital de licitação para o uso dos espaços. Os permissionários questionam o lance mínimo, de  R$ 8 mil, preço considerado inviável, e 13 vezes acima do praticado em 2016, de R$ 600.

A diretora-presidente da Adcointer e secretária da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Caxias do Sul, Camila Sandri Sirena,explicou que a obrigação do edital se dá em virtude da Lei Federal 13.303, em vigor desde julho de 2018. A medida determina que, se não for realizada a licitação, haverá a possibilidade de apontamento e responsabilização legal pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS).

Participando do evento, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Alberto Meneguzzi (PSB), sugeriu que a administração da Adcointer realize um encontro com conselheiros do TCE-RS, com a finalidade de analisar a possibilidade da diminuição do valor do lance inicial. 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros