Havan deve fazer melhorias no  acesso ao bairro Cidade Nova - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Trânsito26/10/2018 | 19h40

Havan deve fazer melhorias no  acesso ao bairro Cidade Nova

Medidas fazem parte da aprovação da implantação da megaloja em Caxias do Sul

Havan deve fazer melhorias no  acesso ao bairro Cidade Nova /
Fotos Leonardo Portella, divulgação

O acesso ao bairro Cidade Nova, na RSC-453, em Caxias do Sul, deve beneficiado com melhorias no trânsito. As ações foram determinadas pela Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) com base no Estudo de Impacto de Trânsito (EIT), elaborado pelo empreendimento conjugado entre Havan e Stok Center.

Os apontamentos da pasta buscam minimizar o impacto da implantação da rede varejista, sem comprometer a mobilidade e a circulação de veículos em um dos principais acessos à cidade.

Leia mais:  
Obras ainda não começaram e abertura da Havan fica para 2019 em Caxias do Sul
Passo Fundo desponta para receber 1ª loja da Havan no Rio Grande do Sul
Inauguração da Havan em Caxias do Sul fica para setembro 

As medidas estabelecem 11 ações de responsabilidade e custeio do empreendimento comercial. Destas, oito precisam ser executadas antes da liberação do habite-se por parte da Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU) e devem estar concluídas até o início das atividades da megaloja, previsto para o primeiro semestre de 2019.

Outras duas intervenções deverão ser executadas na RSC-453 e precisam de alinhamento com o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (Daer), órgão responsável pela gestão e manutenção da rodovia. Uma última ação aguardará avaliação da secretaria após análises da mobilidade quando o empreendimento estiver operando.

Caso forem constatados outros problemas de segurança viária ou agravamento na circulação, decorrentes do fluxo gerado pelo empreendimento, eventuais medidas adicionais necessárias também serão apontadas pelo poder público e deverão ser custeadas pelos investidores.

Sinaleiras

Uma das ações determinadas é o fornecimento de um conjunto de semáforos inteligentes no acesso ao Cidade Nova e ao bairro Desvio Rizzo. Os equipamentos contarão com câmeras que vão monitorar a movimentação do trânsito e serão instalados e controlados pela Seção de Semáforos da SMTTM. As sinaleiras serão capazes de adaptar abertura e fechamento conforme a demanda de veículos. 

—  Servirá também como um teste para que possamos adquirir mais semáforos como este e implantarmos o equipamento em outros cruzamentos de intenso movimento na cidade —, afirma o titular da SMTTM, Cristiano de Abreu Soares.

Os apontamentos da pasta  ainda incluem a implantação de uma terceira faixa lateral para ingresso independente ao bairro Cidade Nova pela Rua Abel Postali. O objetivo é garantir que os moradores tenham a mobilidade facilitada para acessar o bairro.

No outro lado da rodovia, no sentido Farroupilha/Caxias, foram determinadas a instalação de uma faixa de conversão na via, junto ao canteiro lateral, para acomodação da fila de retorno para acesso ao empreendimento. Após a instalação do empreendimento, a SMTTM avaliará a necessidade do aumento da faixa de conversão no sentido Caxias/Farroupilha para quem deseja retornar ao Centro.

Nas vias internas do bairro está prevista a execução de um canteiro do tipo gota no cruzamento da rua Honorato Bazei com a Gerson Andreis. O modelo prevê a implantação de uma ilha divisória que canaliza o tráfego, controlando o fluxo de veículos, dando condições de visibilidade e facilitando a travessia de pedestres. Está apontada ainda a implantação da sinalização com faixas de segurança, linhas de retenção, legendas, zebrados e tachões. Também há necessidade da recuperação da pavimentação asfáltica e da sinalização no entroncamento da rua Honorato Bazei com a avenida Triches.

Leonardo Portella, divulgaçãoFoto:

Paradas de ônibus

Para os usuários do transporte coletivo urbano e pedestres foram determinadas a adequação do ponto de parada, com espaço para dois ônibus convencionais, local específico para o embarque e desembarque de passageiros, calçada e abrigo, além de gradil de proteção e indução de travessia segura de quem está a pé. Para pessoas com deficiência, o empreendimento deverá executar a pavimentação do passeio público até o ponto de parada com a instalação de rampas e piso tátil.

Soares destaca que as medidas melhorarão o acesso da comunidade e de quem chega a Caxias do Sul pela região. 

— Avaliamos ações que realmente serão válidas para as pessoas, não agravando o trânsito e dando mais condições de mobilidade naquela região. Nos preocupamos em elencar medidas também dentro do Cidade Nova, que absorverá grande parte dessa movimentação — aponta.

Leia também:
Justiça deve liberar débitos trabalhistas da Voges nos próximos dias 




 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros