Colégio Mutirão anuncia encerramento das atividades em Caxias - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte09/10/2018 | 22h53Atualizada em 09/10/2018 | 22h59

Colégio Mutirão anuncia encerramento das atividades em Caxias

 Exigências de órgãos fiscalizadores e cenário econômico desfavorável forçaram a medida, que foi anunciada a funcionários, professores e alunos

Colégio Mutirão anuncia encerramento das atividades em Caxias Mutirãp / Divulgação/Divulgação
Foto: Mutirãp / Divulgação / Divulgação

Em reunião realizada no início da noite desta terça-feira (9), o Colégio Mutirão anunciou a funcionários, professores, alunos e familiares dos estudantes o encerramento em definitivo das atividades em Caxias do Sul. A informação surpreendeu o setor de ensino da cidade, provocando lágrimas nos olhos dos presentes ao encontro.

Há 26 anos no mercado, a instituição de ensino privado afirmou que manterá os serviços até o final do ano letivo de 2018. Mas, em respeito ao início do período da rematrícula, para garantir a continuidade dos estudos no ano leito de 2019 aos seus estudantes, optou por anunciar sua decisão, além de emitir uma circular à comunidade escolar justificando a despedida do segmento.

Exigências de órgãos fiscalizadores e cenário econômico desfavorável forçaram a medida:

"Impulsionado a investir em melhoria na estrutura física do colégio, de forma a oportunizar o melhor ambiente escolar e atender às exigências dos órgãos fiscalizadores, após grande e complexo estudo e análise, diante da realidade financeiro-operacional do colégio, conclui pela inviabilidade de continuidade do funcionamento do estabelecimento de ensino privado, com a decisão do encerramento das atividades em definitivo", declarou o texto.

O Mutirão destacou que a decisão se restringe a Caxias, e firmou parceria com a rede de ensino Caminho do Saber a fim de oferecer aos alunos vagas para educação infantil, ensino fundamental e médio para o ano letivo de 2019, mediante matrícula diretamente com essa outra escola.

Leia também
Comerciantes reclamam da venda ilegal de produtos em Caxias: "cada vez pior"
Caixa renegocia dívidas em caminhão na Praça Dante, em Caxias

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros