Caxias do Sul vai ganhar centro de eventos - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Investimentos17/10/2018 | 18h09Atualizada em 17/10/2018 | 20h11

Caxias do Sul vai ganhar centro de eventos

Complexo está sendo construído às margens da BR-116, em direção ao bairro Galópolis, na área urbana do município

Caxias do Sul vai ganhar centro de eventos Lucas Amorelli/Agencia RBS
Em uma área de 42 mil metros quadrados, complexo tem vista para a BR-116 e prevê quatro pavimentos funcionais. Entre eles, um Centro de Feiras Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Caxias pode voltar a estar na rota das feiras de negócios e de eventos em breve. Um centro de eventos está sendo construído por um empresário caxiense na zona urbana do município, às margens da BR-116 em direção ao bairro Galópolis, e promete acelerar e fortalecer a cadeia produtiva do turismo na cidade. O empreendimento da empresa Asor Espaço Multi Hall Centro de Eventos envolve quatro pavimentos em uma área de 42 mil metros quadrados, cravada junto à mata atlântica.  

O projeto ainda está em execução, mas toda a parte de infraestrutura, como licenças ambientais, estudos de impacto, acessibilidade e mobilidade está pronta. Uma pista de acesso já foi construída, paralelamente à rodovia federal, com a outorga do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Os Planos de Prevenção e Combate a Incêndios (PPCIs) também estão liberados.  

O primeiro pavimento (multifuncional) deve ser inaugurado no primeiro semestre de 2019 e terá capacidade para cerca de 800 pessoas – será destinado para shows, pequenas feiras e festas corporativas e sociais.  


 Investimento de R$ 10 milhões 

O complexo prevê, ainda, um teatro para shows e peças, restaurante e um pavilhão de feiras de pelo menos 6 mil metros quadrados. O estacionamento deve ter vagas para 400 carros e estará interligado com todos os pavilhões. Os ambientes serão climatizados e com isolamento sonoro. A área tem acessos de entrada e a saída se dá pelo outro lado do terreno, pelo bairro Nossa Senhora das Graças. 

A ideia de construir um espaço deste porte começou a ser executada por um médico (que prefere não se identificar).  A empresa só resolveu anunciar o projeto depois de uma reportagem publicada pelo Pioneiro retratando a lacuna existente na cidade para realizar grandes feiras.  Os organizadores da Mercopar, por exemplo, ainda não confirmaram a próxima edição nos pavilhões da Festa da Uva, que precisam urgentemente de melhorias.  

A previsão de investimento para a conclusão da obra está na casa dos R$ 10 milhões e a empresa Asor Centro de Eventos está abrindo o negócio para parcerias que queiram administrar os espaços.  

Como surgiu a ideia

Centro de Eventos Asor, pórtico, Caxias ganha Centro de Eventos
Pórtico: entrada para o complexo se dá pela BR-116 e a saída de veículos pela Rua Pedro Olavo Hoffman. Imagem: Linea Arquitetura, DivulgaçãoFoto: Reprodução / divulgação

A ideia de construir um centro de eventos em Caxias do Sul surgiu há quase 20 anos, quando o empreendedor participava de formaturas. Ele conta que ficava a noite inteira rodando de um lado para outro, pois cada etapa do evento era realizada em um lugar diferente.   

É uma lacuna que permanece viva em Caxias do Sul. Não há um lugar adequado que concentre médios e grandes eventos em uma única área. Geralmente, as formaturas acontecem em três locais separadamente: colação de grau, jantar e baile.  Os profissionais da área de eventos também sentem esta necessidade. Para realizar uma feira de turismo, os organizadores exigem, além de espaço, climatização.

— Hoje não se fazem feiras sem climatização. O conforto é prioridade —declarou o diretor da Festuris e da empresa Rossi & Zorzanello, Eduardo Zorzanello.

Localização privilegiada

 CAXIAS DO SUL, RS, 15/10/2018o médico Eduardo está construindo de um centro de eventos em Galópolis. (Lucas Amorelli/Agência RBS)
Área está localizada a seis quilômetros do centro de Caxias e tem acesso facilitadoFoto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

A construção do Asor Centro de Eventos foi estrategicamente pensada. O espaço está localizado na área urbana de Caxias do Sul, a cerca de seis quilômetros do centro da cidade e a menos de um quilômetro do bairro Galópolis.

É caminho obrigatório para turistas que desejam visitar a Região das Hortênsias. Ou sair de Gramado e Canela e ir a Bento Gonçalves.  

A área é cercada por mata nativa, onde ainda habitam animais exóticos. Em frente, do outro lado da rodovia, é possível escutar o som da queda de uma cascata de água. A vista que pode ser apreciada de qualquer pavimento é de tirar o fôlego. Predomina o verde das montanhas.  

Os detalhes do projeto ainda não foram finalizados, mas o idealizador afirma ser um defensor da natureza. A proposta prevê manter todos os elementos naturais existentes no local. Os barrancos rochosos serão preservados e as plantas nativas também. 

Outra opção do empreendedor é preservar os símbolos da região. No restaurante, por exemplo, a ideia é dar um nome que retrate e homenageie os gringos da Serra Gaúcha.

 CAXIAS DO SUL, RS, 15/10/2018o médico Eduardo está construindo de um centro de eventos em Galópolis. (Lucas Amorelli/Agência RBS)
Espaço Multifuncional estrá pronto no primeiro semestre de 2019Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Estrutura do empreendimentos

Área total: 42 mil m²

Espaço multifuncional (80% concluído): 750 m² (capacidade para 800 pessoas)

Restaurante: capacidade para 400 pessoas

 Teatro para shows e peças: capacidade para 3 mil pessoas

 Centro de feiras: 6 mil m², podendo ser ampliado para 8 mil m²

Estacionamento: 400 vagas interligadas a todos os módulos

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros