Idosos fazem cerca de 30% das reclamações registradas no Procon de Caxias do Sul - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Defesa do Consumidor25/09/2018 | 15h11Atualizada em 25/09/2018 | 15h11

Idosos fazem cerca de 30% das reclamações registradas no Procon de Caxias do Sul

Em um ano, órgão aplicou R$ 625 mil em multas por práticas ilícitas contra população da terceira idade

Idosos fazem cerca de 30% das reclamações registradas no Procon de Caxias do Sul Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Coordenador do Procon Caxias vai apresentar na quarta-feira dados de multas referentes a onze processos coletivos Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

As práticas abusivas contra idosos correspondem a 30% do total de denúncias encaminhadas ao Procon de Caxias do Sul. Em um ano da campanha Hipervulneráveis - Terceira Idade, o órgão de defesa do consumidor aplicou R$ 625 mil em multas contra empresas que lesaram esse público. A campanha investigou denúncias feitas pelos consumidores, principalmente contra bancos e financeiras. No total, são 11 processos administrativos coletivos firmados.

Os dados das investigações serão apresentados à população em audiência pública nesta quarta-feira (26), no Ministério Público Estadual. Foram convidadas a participar do encontro cerca de 200 empresas bancárias e financeiras de todo o país.  No evento, ainda serão apresentados os números nacionais de endividamento de idosos registrados pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).  

— O objetivo é que os diversos órgãos públicos, por meio de seus gestores, possam se manifestar, assim como as entidades reguladoras e autorreguladoras, bancos e financeiras, em um encontro de caráter técnico. Queremos que prevaleça a necessidade de moralização emergencial desse segmento bancário. Hoje, não há limites éticos para lograr de um idoso um novo empréstimo  — explica o coordenador do Procon Caxias, Luiz Fernando Dal Horn.   

Entre as mais registradas estão abordagens ostensivas junto a idosos — por meio de mensagens, e-mails e ligações em horários inadequados — e uso ilegal de dados pessoais dos consumidores para obter vantagens.  

— Estamos atuando sempre em parceria com o Conselho Municipal do Idoso, que ajuda a identificar os casos e encaminhar para o Procon. Vamos abrir mais dez processos administrativos que vão resultar em uma quantia ainda mais elevada de multas a serem aplicadas ao longo dos próximos meses  — salienta Horn. 

Nesta quinta-feira (27), o Procon inaugura um guichê específico para orientar idosos que utilizam os serviços de instituições bancárias e financeiras. A finalidade é evitar que sejam vítimas de práticas ilícitas cometidas por essas empresas.    

— Antes de assinar qualquer tipo de operação financeira, o idoso deve se dirigir a esse guichê — orienta.   

Leia também:
Fórum de Inovação acontece nesta quarta-feira na CIC Caxias
Dois pontos de votação são transferidos em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros