Fabricante de chocolate da Serra quer abrir 30 franquias em 2018 - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte24/09/2018 | 08h00Atualizada em 24/09/2018 | 08h26

Fabricante de chocolate da Serra quer abrir 30 franquias em 2018

É chocolateria, cafeteria ou boutique de presentes? Os três. Essa é a nova proposta da Lugano

Fabricante de chocolate da Serra quer abrir 30 franquias em 2018 Anderson Suriz/divulgação
Loja da marca inaugurada em Balneário Camboriú (SC) segue novo conceito Foto: Anderson Suriz / divulgação

Com 42 anos de recheio no mercado, completados neste mês, a fabricante de chocolate artesanal Lugano mira num novo modelo de franchising, em lojas três em um, com cafeteria, chocolateria e boutique de presentes.  O formato, iniciado em 2018, permite que o investidor tenha rentabilidade durante todo o ano, reduzindo a sazonalidade do setor. 

Com seis lojas próprias em Gramado e 22 unidades licenciadas no Brasil – em nove Estados, além do Distrito Federal –, a marca tem a meta vitaminada de  inaugurar outras 50 operações, sendo 30 ainda neste ano, num investimento de R$ 12,5 milhões com os novos parceiros franqueados nos próximos seis meses. 

A expectativa é gerar 250 empregos diretos e mais 150 de forma indireta. O diretor de franquias da Lugano, Anderson Suriz, destaca que “ esse formato possibilita empreender e crescer mesmo em um momento de crise”. O investimento em uma franquia nesses moldes da Lugano é de R$ 250 mil, com rentabilidade estimada pela rede superior a 20% ao mês. 

O alvo são cidades com mais de 30 mil habitantes e polos turísticos. Nas metrópoles brasileiras, o cálculo é de uma loja para cada 200 mil habitantes. 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros