Exclusiva: Brisa e Mariani selam fusão no comércio de calçados de Caxias do Sul - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte27/09/2018 | 19h23Atualizada em 27/09/2018 | 19h23

Exclusiva: Brisa e Mariani selam fusão no comércio de calçados de Caxias do Sul

Sem sucessão familiar, Mariani, loja com 72 anos de mercado, firma "parceria estratégica" com o grupo Brisa, que já tem oito operações

Exclusiva: Brisa e Mariani selam fusão no comércio de calçados de Caxias do Sul Roni Rigon/Agencia RBS
Mariani é uma das mais antigas lojas de calçados de Caxias em atuação Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Duas tradicionais marcas do ramo calçadista de Caxias do Sul sincronizam os passos no mercado caxiense.

A Brisa Calçados, rede com oito operações, confirma a fusão e passa a gerir a Mariani Artefatos de Couro com um de seus sócios, Ronei Mariani, o filho mais novo dos fundadores da empresa, Anselmo e Joanna (Vanda) Mariani (já falecidos).

Dessa forma, o tradicional empreendimento situado na Avenida Júlio de Castilhos, no bairro São Pelegrino, une seus 72 anos de tradição no varejo com a expertise comercial da Brisa, grupo com 33 anos, 105 funcionários e que se consolida em filões como o esportivo. 

Seria uma aquisição? Ronei e o diretor comercial da Brisa, Thiago Dal Pizzol, receberam a colunista nesta quinta-feira (dia 27/09) à tarde e definem o negócio como uma "parceria estratégica".

A entrevista foi solicitada pela jornalista, após o burburinho que começou a rondar o mercado de que a Brisa havia agregado ao seu guarda-chuva a Mariani.

– Buscamos um parceiro, já que não temos sucessão interna e familiar na loja, e eu sou o sócio mais novo (58 anos), mas colocamos como imposição manter a marca Mariani e sua identidade  – salienta Ronei.

– A Mariani não se transformará numa Brisa – complementa Thiago.

A equipe da Mariani, de 34 funcionários, será mantida.  A intenção é juntar forçar para se perpetuar ainda mais no mercado.

Uma das grandes lacunas de uma das mais antigas lojas de calçados de Caxias hoje é a falta de "volume" para garantir negociações de valores e produtos diferenciados com importantes fornecedores. Essa dificuldade será sanada a partir da parceria com a Brisa, já conhecida por operar um grande mix de itens e artigos esportivos de marcas consagradas e com força no crediário, que responde por quase 40% das vendas aos 150 mil clientes.

Porém, a intenção é que as duas empresas não sejam concorrentes, mas sim preservem suas identidades e complementem seus pontos fortes. 

Os dois gestores da Mariani, Ronei e agora Thiago, estão trabalhando em sintonia para melhorar o mix de produtos, repaginar a loja e melhorar a comunicação da Mariani na internet e em mídias sociais. A dupla, unindo experiência e jovialidade, já está antenada às compras com foco na data de maior movimento no ano: o Natal. 

A Mariani garante que tem os números no azul, apesar das vendas estarem estagnadas nos últimos tempos. Já o grupo Brisa cresceu 42% em agosto em relação ao mesmo período de 2017.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros