Cerca de 600 caxienses embarcam por ano para estudar ou trabalhar em outro país - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Intercâmbio03/09/2018 | 09h24Atualizada em 03/09/2018 | 09h30

Cerca de 600 caxienses embarcam por ano para estudar ou trabalhar em outro país

O Rio Grande do Sul é o quinto Estado que mais envia estudantes ao Exterior

Cerca de 600 caxienses embarcam por ano para estudar ou trabalhar em outro país Diogo Sallaberry / Agência RBS/Agência RBS
Laura Bassani concluiu o Ensino Médio nos EUA e planeja cursar cinema fora do país também Foto: Diogo Sallaberry / Agência RBS / Agência RBS

É crescente o número de pessoas que apostam no intercâmbio como forma de aliar experiência pessoal e profissional. Em Caxias do Sul, a estimativa é de que cerca de 600 pessoas embarquem, por ano, para viver experiências no Exterior.

Conforme a pesquisa Selo Beta, da Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio, o Rio Grande do Sul é o quinto Estado que mais envia estudantes para outros países. No Brasil, em 2017, foram 302 mil intercâmbios, um crescimento de 23% em relação ao ano anterior.

Clique na imagem abaixo para saber qual é a média de investimento para estudar ou trabalhar em outro país e confira dicas de quem já é experiente no assunto.

Leia também
Startups da Serra buscam seu espaço no mercado
Contas de luz assustam consumidores em Caxias do Sul
Mais de 78 mil caxienses estão com o nome no Serasa
"Impossível pagar o valor da fatura", diz caxiense que teve nome incluído no SPC

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros