Após chegar a R$ 4,98, preço médio da gasolina em Caxias deve subir com reajuste do ICMS - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Prepare o bolso26/09/2018 | 15h03Atualizada em 26/09/2018 | 15h03

Após chegar a R$ 4,98, preço médio da gasolina em Caxias deve subir com reajuste do ICMS

Preço apontado na última pesquisa da ANP é o maior desde a adoção da nova política de preços da Petrobras

Após chegar a R$ 4,98, preço médio da gasolina em Caxias deve subir com reajuste do ICMS Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Novo valor para cálculo do ICMS entra em vigor em 1º de outubro Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

O preço médio da gasolina nas bombas de Caxias do Sul deve aumentar novamente nas bombas com o reajuste no chamado preço de pauta dos combustíveis, anunciado pelo governo do Estado. A partir de 1º de outubro, o valor que serve como base de cálculo do ICMS vai subir de R$ 4,69 para R$ 4,88. É sobre esse valor que o Estado aplica a alíquota de 30% do imposto.

Leia mais:
Gasolina sobe de novo nas bombas de Caxias 
Semana teve repasse para preço do diesel, novos preços para o frete e muitos boatos

De acordo com Eduardo Martins, presidente do Sindipetro, o sindicato que representa os postos de combustíveis, ainda não é possível dimensionar qual vai ser o impacto nas bombas porque isso depende do contrato que cada posto tem com as distribuidoras. No mês passado, o governo do Estado baixou de R$ 4,80 para os R$ 4,69 o valor de pauta, mas a queda não foi sentida nas bombas. A explicação, segundo Martins, é que apenas em agosto a gasolina subiu de 11% a 12%, o que inclusive gerou queda nas vendas.

O preço médio da gasolina em Caxias do Sul atingiu R$ 4,98 na semana passada, segundo a pesquisa mais recente da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustível (ANP). O valor é o mais alto desde outubro de 2016, quando a Petrobras mudou a política de preços para acompanhar as variações do barril do petróleo e do dólar. Até então, o recorde havia sido de R$ 4,94 na metade julho. 

O valor também foi o mais alto para os postos, que na semana passada pagaram, em média, R$ 4,37 pelo litro. O diesel foi outro combustível que atingiu o recorde: R$ 3,68 nas bombas, em média, após o fim do período de congelamento de preços que fazia parte do acordo pelo fim da greve dos caminhoneiros.

Leia também:
Cesta básica tem redução de cerca de R$ 10 em agosto em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros