14 empresas da Serra são investigadas por fraude na quitação de tributos federais - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Operação Fake Money28/09/2018 | 15h32Atualizada em 28/09/2018 | 15h38

14 empresas da Serra são investigadas por fraude na quitação de tributos federais

Cerca de 3 mil contribuintes estão envolvidos em todo o país

A Receita Federal deflagrou nesta sexta-feira (28), em conjunto com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, a operação Fake Money para desarticular organização criminosa especializada em simular a quitação de tributos federais. De acordo com o delegado da Receita Federal em Caxias do Sul, Nilson Sommavilla Primo, na região da Serra são 14 empresas que estão sendo investigadas por envolvimento na fraude. Em todo o Brasil, três mil contribuintes suspeitos foram identificados e os prejuízos estão estimados em mais de R$ 5 bilhões.

Na fraude, a pessoa jurídica vendedora informava à compradora que dispunha de crédito financeiro junto à Secretaria do Tesouro Nacional (STN), baseado em títulos públicos, e oferecia a falsa quitação de tributos com esses supostos créditos. O nome da operação Fake Money faz alusão a esses falsos créditos negociados para tentativa de pagamento de tributos. 

O superintendente da Receita Federal em Caxias do Sul diz que há fraudes na quitação de vários tributos federais, desde o imposto de renda até o PIS/COFINS.

A Receita Federal já identificou a maioria dos usuários do esquema fraudulento, inclusive os compradores destes créditos podres, e alerta que aqueles que não regularizarem espontaneamente a situação perante o fisco serão objeto de ação fiscal ou auditoria interna. 

Leia também
Empresa de Caxias abre as portas para receber potenciais clientes
Voges Motores, em Caxias do Sul, terá nova direção a partir de segunda-feira

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros