"A conta vai chegar", diz ex-funcionária de fábrica de calçados que fechou em São Francisco de Paula  - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Drama17/08/2018 | 17h45Atualizada em 18/08/2018 | 17h04

"A conta vai chegar", diz ex-funcionária de fábrica de calçados que fechou em São Francisco de Paula 

Maior empregadora do município fechou as portas e demitiu 360 trabalhadores deixando clima de aflição na cidade

"A conta vai chegar", diz ex-funcionária de fábrica de calçados que fechou em São Francisco de Paula  Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Marcia da Silva Anacleto diz que o clima da cidade está tenso. Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Chefe do departamento de costura da Di Cristalli, que encerrou as atividades na semana passada em São Francisco de Paula,  Márcia Terezinha da Silva Anacleto, 45 anos, ainda não aceita ter perdido o emprego. 

— Está sendo muito difícil. O clima na cidade está tenso. Muito tenso.

Leia mais
Empresa de calçados fecha e assola famílias em São Francisco de Paula
"Ainda estou com dor de estômago", diz moradora sobre fechamento de fábrica em São Francisco de Paula

Assim como a maioria dos demitidos, ela se especializou na produção de calçados. Trabalhou durante 19 anos na Ortopé e sabe tudo sobre a fabricação de um sapato. Trabalhava na Di Cristalli há nove anos. Desde a semana passada, ela não sabe o que é dormir ou almoçar tranquilamente. 

— A angústia tomou conta. Não sei o que vai ser, o que fazer.  Tudo o que consegui, veio da empresa.

A situação só não está pior porque não conseguiu concretizar um financiamento solicitado em um banco para a compra de uma nova casa, em um outro bairro da cidade. O péssimo atendimento oferecido pela instituição, segundo ela, fez com que o casal repensasse em assumir a dívida.

— Tomamos a decisão certa. Caso contrário, não conseguiríamos pagar.

O pior, segundo ela, ainda está por vir. É quando o dinheiro da rescisão e do seguro-desemprego acabar.

—  No final do ano a conta vai chegar — prevê Márcia.

O MUNICÍPIO

* São Francisco de Paula é o 15º município do Estado em extensão territorial, com 3, 2 mil km².

* Está localizado a 136 km de Caxias do Sul e 120 da capital do Estado.

* Tem 21 mil habitantes. As demissões representam cerca de 3% da população economicamente ativa, estimada em 16 mil moradores.

* A principal atividade do município é o setor primário. É o maior produtor de batatas do Rio Grande do Sul.

* O orçamento do município é de R$ 52 milhões

* Tem um forte potencial turístico. Conta com 1 mil leitos em hotéis e pousadas e muitas atrações naturais. 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros