Viver em condomínio ou hotel? - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte12/07/2018 | 16h00Atualizada em 12/07/2018 | 16h00

Viver em condomínio ou hotel?

AMPR lança apartamento decorado de prédio que privilegia serviços hoteleiros, como personal trainer, camareira, recreacionista, passeador de cães e alimentação

Viver em condomínio ou hotel? INZ Projetos/Reprodução
O custo dos apartamentos varia de R$ 236 mil a R$ 329 mil Foto: INZ Projetos / Reprodução

A incorporadora caxiense AMPR lança nesta quinta-feira, no Iguatemi, o apartamento decorado de seu novo empreendimento: o Update Centro, a ser erguido na Rua Sinimbu, 2.194. 

Com 11 anos de argamassa e 15 prédios concluídos, a empresa aposta num conceito de imóveis compactos com 18 espaços compartilhados, como coworking, horta orgânica, biblioteca, piscina, bike place, espaço kids e pet, com serviço ao estilo de hotéis.

 O morador paga apenas o que utilizar, e pode solicitar atendimento de personal trainer, camareira, recreacionista, passeador de cães e alimentação.  O projeto decorado, no formato studio, em tamanho real, ficará exposto até dezembro de 2018 no Shopping Iguatemi.  

As obras do Update iniciarão no primeiro semestre de 2019, com entrega prevista para dezembro de 2021. O custo dos apartamentos varia de R$ 236 mil a R$ 329 mil. Já o Valor Geral de Vendas (VGV) está orçado em R$ 28 milhões.

Construções em Gramado, Canela e Porto Alegre estão sendo planejadas pela incorporadora, que ambiciona tornar sua atuação regional. 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros