Caxias do Sul registra a abertura de uma empresa por hora - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Investimentos19/07/2018 | 07h45Atualizada em 19/07/2018 | 07h45

Caxias do Sul registra a abertura de uma empresa por hora

Mais de quatro mil empresas foram abertas na cidade no primeiro semestre deste ano

Caxias do Sul registra a abertura de uma empresa por hora /
Foto Carolina Canton, divulgação

O número de novas empresas caxienses deu um salto considerável no primeiro semestre deste ano. De janeiro a junho, 4.298 negócios abriram as portas em Caxias do Sul. O resultado indica alta de 17,4% em relação ao mesmo período de 2017.

Os números foram divulgados ontem pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego de Caxias, com base em dados da Receita Federal. Isso significa que uma nova empresa está sendo registrada a cada hora na cidade.

Leia mais:  
Mais de 4 mil empresas foram abertas em Caxias no primeiro semestre de 2018

Entre os fatores apontados como responsáveis pelo avanço dos negócios estão as dificuldades que persistem no mercado de trabalho formal. Nos últimos cinco anos, a cidade perdeu mais de 24 mil vagas formais. Números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), indicam que, até maio deste ano, foram criados 4,7 mil novos postos de trabalho. Mesmo assim, os índices de desemprego continuam altos.


Microempreendedores

Com a falta de oportunidades, a formação de pequenas empresas representa opção de renda a quem está desempregado. Prova disso é de que cerca de 80% dos novos empreendimentos em Caxias são Microempreendedores Individuais (MEIs).

— Muitas pessoas estão tocando seus próprios negócios por não visualizarem outra alternativa no momento — aponta o secretário da pasta, Emílio Andreazza.  

A inserção desse grupo na economia nacional começou em 2009, com a entrada em vigor de legislação específica. Para ter seu CNPJ enquadrado nessa categoria, o empresário deve faturar até R$ 81 mil por ano e pode ter um empregado que receba um salário mínimo ou o piso da categoria em questão. A legislação garante a microempreendedores individuais acesso a diferentes benefícios. Entre eles, estão auxílio-maternidade, auxílio-doença e aposentadoria. 


Mais impostos

Outro indicativo de que os novos negócios estão crescendo em Caxias é o aumento da arrecadação do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS). No primeiro semestre deste ano, o salto nesta receita foi de 5,18% em relação ao mesmo período de 2017.  A previsão do secretário Andreazza é de que, até o final do ano, este índice chegue perto de 6%.  

— São dados precisos de um tributo importante para o município. O aumento é real — destaca.

Foto:


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros