Caxias do Sul é o município com maior área plantada de caqui no Brasil - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Censo Agropecuário26/07/2018 | 15h31

Caxias do Sul é o município com maior área plantada de caqui no Brasil

Plantação da fruta no município cresceu 30% conforme dados do Censo Agro 2017, divulgados nesta quinta-feira

Caxias do Sul é o município com maior área plantada de caqui no Brasil Roni Rigon/Agencia RBS
IBGE aponta 952 hectares Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Embora a uva ainda domine a plantação de frutíferas em Caxias do Sul, chama atenção o crescimento da área plantada de caqui no município. Os 952 hectares plantados fazem com que Caxias seja o primeiro no país em área plantada dessa fruta. 

O segundo colocado é o município de São Miguel Arcanjo, no estado de São Paulo, com 477 hectares de área plantada. Os dados fazem parte dos primeiros números divulgados nesta quinta-feira do Censo Agro 2017. Em 2017, Caxias também foi o maior produtor do país, com 16.422 toneladas. Na comparação com o último Censo Agro, de 2006, o crescimento da plantação foi de 30%.

Na plantação de caqui, se destacam os distritos de Santa Lúcia do Piaí, Vila Oliva, Vila Seca e, principalmente, Fazenda Souza. As variedades predominantes são Kyoto, mais conhecido como chocolate preto, e o Fuyu, o chocolate branco. 

Outra cultura que teve aumento significativo na área plantada foi a ameixa. De 2006 para 2017, a plantação quase dobrou. Passou de 365 hectares para 701 no último ano.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caxias, Rudimar Menegotto, dentre os fatores que podem ter contribuído para o crescimento da produção de caqui está a aceitação da fruta em todo o mercado brasileiro e também o clima de Caxias, que favorece o cultivo. Com relação à ameixa, ele destaca o desenvolvimento de novas variedades.

— Havia muitos problemas com doenças e, nos últimos anos, foram produzidas variedades mais resistentes e mais produtivas — aponta Menegotto.

A área plantada de uva em Caxias teve redução de 8% em 11 anos. Com relação ao espaço dedicado às plantações de todos os tipos de lavoura, também houve diminuição no município. De 87.067 hectares em 2006, a área caiu para 82.142 em 2017.

Bento Gonçalves

No segundo maior município da Serra, Bento Gonçalves, os dados do Censo Agro 2017 devem ser analisados com ressalvas porque, no Censo de 2006, Pinto Bandeira ainda pertencia a Bento. Assim, por exemplo, a área plantada de pêssego diminuiu drasticamente. Pinto Bandeira é destaque nacional na produção da fruta. De 1.119 hectares plantados em Bento Gonçalves em 2006, a área diminuiu para 119 hectares em 2017. Já em Pinto Bandeira, cujos dados estão contabilizados em 2017, a área plantada da fruta é de 947 hectares.

Farroupilha

No terceiro maior município da Serra, Farroupilha, confirma-se a diminuição da plantação de kiwi. O fungo que atinge as plantações de Farroupilha há alguns anos fez com que produtores deixassem de plantar a fruta que fez o município se destacar nacionalmente. Eram 113 hectares plantados em 2006 e, em 2017, eram apenas 70 - redução de 38%.

Leia também:
Qual o perfil do turista que visita Bento Gonçalves
Reomar Slaviero recebe o título de Cidadão Emérito 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros