Indústria de bebidas da Serra muda logística para driblar a alta nos fretes - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte15/06/2018 | 16h30Atualizada em 15/06/2018 | 16h30

Indústria de bebidas da Serra muda logística para driblar a alta nos fretes

Transporte hidroviário e ampliação da frota própria são alternativas

Indústria de bebidas da Serra muda logística para driblar a alta nos fretes Jonas Ramos/Agencia RBS
Em 2017, Fante consolidou-se como a maior exportadora gaúcha de sucos, vinhos, espumantes e destilados Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS

A Fante, de Flores da Cunha, enxerga a taça cheia no Exterior e esvaziando no mercado interno. No primeiro trimestre deste ano, a empresa brinda o crescimento de 34% em volume exportado, em relação ao mesmo período do ano passado.  Performance em sintonia com o desempenho de 2017, quando consolidou-se como a maior exportadora gaúcha de sucos, vinhos, espumantes e destilados.

Em contrapartida, a Fante está preocupada com as vendas no palco brasileiro por conta da greve dos caminhoneiros. Isso porque a tabela de frete subiu consideravelmente, comprometendo o planejamento do ano. O  diretor da companhia, Júlio Fante, afirma que, no Estado, o frete subiu, em média, 50%, chegando a duplicar para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país.

– Estamos revendo toda nossa logística e buscando alternativas, como o transporte hidroviário e a ampliação da frota própria – destaca o empresário.


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros