Veículos com GNV são a aposta de aplicativos de transporte - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte26/05/2018 | 06h02Atualizada em 26/05/2018 | 06h02

Veículos com GNV são a aposta de aplicativos de transporte

Tempo de espera para as corridas tem aumentado na cidade

Com pouco (ou sem) combustível, muita gente apelou à utilização de aplicativos de transporte para se locomover em Caxias. Alguns ainda atendiam na sexta-feira, mas com poréns: os bloqueios, a redução no número de carros por falta de gasolina e o aumento da demanda têm ampliado o tempo de espera. No caso do Uber, o preço das corridas chegou quase a triplicar, relatam usuários.  

O fato de parte da frota de taxistas e de motoristas de aplicativos ser movida a Gás Natural Veicular (GNV), combustível que vem por meio do gasoduto, tem ajudado a categoria a não interromper totalmente o serviço, revela Cedenir Grandi, diretor executivo do in9, aplicativo caxiense que também precisou reduzir o número de carros.

Há profissionais da direção que estão parados porque se juntaram à greve dos caminhoneiros. 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros