Sem previsão para o fim das manifestações na Serra - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Greve Caminhoneiros27/05/2018 | 18h19Atualizada em 27/05/2018 | 18h35

Sem previsão para o fim das manifestações na Serra

Forças de segurança não têm definições sobre quando agir para dispersar caminhoneiros

Sem previsão para o fim das manifestações na Serra Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Dois dias depois da determinação do presidente Michel Temer para desbloquear as rodovias do país, as forças de segurança da Serra ainda não têm uma definição de data para iniciarem a dispersão dos pontos de manifestações nas rodovias. Na tarde deste domingo 10 pontos ainda registravam manifestações em rodovias federais. O trânsito de veículos está liberado.

Leia mais
Não deve ter gasolina em Caxias do Sul nesta segunda-feira  

Segundo o chefe da 5ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, com sede em Caxias do Sul, Marco Aurélio Baierle, nenhum dos protestos na região tinha bloqueio total da rodovia e, portanto, não havia a necessidade de cumprir a determinação judicial de retirada dos caminhões.

— Os manifestantes não estão atrapalhando o trânsito. Os caminhões não estão na faixa de domínio (da rodovia). Enquanto continuar assim não vamos interferir.

Baierle conta que um frigorífico de Caxias do Sul conseguiu uma liminar da Justiça para liberar um caminhão carregado de carne que tinha entrega programada para o Rio de Janeiro. A PRF liberou o caminhão frigorífico que estava preso em um ponto de manifestação em Vacaria e o veículo retornou para Caxias.

O chefe da 5ª Delegacia da PRF diz ainda que reuniões estão sendo realizadas para a escolta de veículos em combustíveis e tentar garantir o abastecimento nas cidades da Serra.

Na tarde de sábado, eram 12 pontos de protestos de caminhoneiros com o apoio de outras categorias, sem nenhum registro de incidente. Segundo o comandante do Grupo Rodoviário da Brigada Militar de Farroupilha, tenente Marcelo Stassak, as manifestações nos trechos das rodovias estaduais da região ocorreram de maneira pacífica.

— Por enquanto, não tem motivo para desobstruir as rodovias. Não tem nada que exija uma ação mais drástica.

Stassak afirma que não tem conhecimento que solicitação de escolta para garantir o abastecimento de combustíveis para a Serra.

— Essas ações serão deliberadas pelo Comando Rodoviário. 

Leia também
Abastecimento em supermercados de Caxias do Sul deve ser normal nesta segunda-feira
Visate mantém frota reduzida nesta segunda-feira em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros