O que esperar da economia em 2018 - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte15/05/2018 | 20h27Atualizada em 16/05/2018 | 07h43

O que esperar da economia em 2018

Conselheiros da CIC de Caxias avaliam o momento econômico presente e traçam possibilidades para o futuro

O que esperar da economia em 2018 Daniela Xu/Agencia RBS
Indústria de Caxias está na dianteira da recuperação econômica Foto: Daniela Xu / Agencia RBS

A crise econômica parece ter deixado de figurar no vocabulário rotineiro de empresas e funcionários.

Mas ainda há interrogações no horizonte, especialmente em função do contexto eleitoral brasileiro no segundo semestre, que pode interferir na confiança de investidores e estancar o processo de retomada.

Para tentar dar um direcionamento ao momento econômico, o Conselho Temático de Economia e Finanças da CIC de Caxias divulgou a Carta Econômica do 1º trimestre de 2018, com uma leitura do contexto e orientações a empresários.

Às empresas, as dicas são as de investir em processos industriais automatizados, qualificar a mão de obra e melhorar a produtividade. Veja nos quadros abaixo outras sinalizações.

TENDÊNCIAS

Consumo sustentado pela queda da taxa de juros e da inflação, com aumento do índice de confiança do consumidor

Desvalorização do real frente ao dólar. O dólar está bastante volátil por conta de fatores externos, sinalizando para um novo patamar da moeda para os próximos meses, situando-se acima de R$ 3,40

O país vive um cenário claro de recuperação gradual da economia, mas ainda há fragilidades no horizonte

A geração de empregos apresenta-se mais lenta do que a recuperação da economia, com oferta de mão de obra mais qualificada no mercado

PERCEPÇÕES

As indústrias de Caxias do Sul precisam aumentar sua competitividade e eficiência

O empresário deve investir em processos industriais automatizados, qualificar a mão de obra e melhorar a produtividade

A cadeia do agronegócio está sendo beneficiada por boa safra e aumento nos preços das commodities

O volume de contratação de mão de obra em Caxias do Sul, no momento, tem sido puxado pelo segmento metalmecânico

As indefinições em relação ao novo governo postergam as decisões de investimentos

O que pode influenciar na inflação de Caxias do Sul e da região é o aumento de mais de 19% na energia elétrica, com impacto nos custos de produção e na inflação


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros