No Dia do Trabalho, conheça o ajustador mecânico Hugo Tormen  - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

1º de Maio01/05/2018 | 08h30Atualizada em 01/05/2018 | 08h30

No Dia do Trabalho, conheça o ajustador mecânico Hugo Tormen 

Ele ingressou na indústria em 1987 e está na mesma empresa desde então 

No Dia do Trabalho, conheça o ajustador mecânico Hugo Tormen  Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Tormen começou como torneiro mecânico e exerceu também as funções de torno CNC, fresador e coordenador Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Caxias do Sul conta com mais de 158 mil trabalhadores com carteira assinada. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) apontam que, em março, o município gerou 337 novos postos de trabalho.  É o terceiro mês consecutivo com mais contratações do que demissões. Uma boa notícia para a economia. 

Leia mais
No Dia do Trabalho, conheça a vendedora Rosane de Fátima de Cézaro
No Dia do Trabalho, conheça o maître Paulo Vilmar Lorenzzetti

Por trás desses números, há muitas pessoas dedicadas e apaixonadas pelo que fazem. Gente responsável por fazer a roda girar como o metalúrgico Hugo Tormen, 52 anos, um entusiasta da inovação. 

Neste Dia do Trabalho, o Pioneiro mostra a história de Tormen, que atua e representam um setor essencial da economia caxiense: a indústria. 

>> Assista ao vídeo

>> Saiba mais

:: Tormen ingressou na indústria em 1987. Está na mesma empresa desde então.
:: A empresa onde Tormen trabalha está completando 38 anos de fundação e ele, 31 de casa.
:: Ele começou como torneiro mecânico e exerceu também as funções de torno CNC, fresador e coordenador.
:: Tormen trabalhou como frentista, por nove meses antes de ser admitido no atual emprego.
:: Ele também treina os funcionários das empresas que compram as máquinas da fábrica. Já viajou o Brasil inteiro por conta disso.
:: São 34 mil trabalhadores do setor, conforme o Sindicato dos Metalúrgicos.
:: Na indústria de transformação, conforme o Caged, são 61.672 empregos formais.
:: O piso dos metalúrgicos, acordado em convenção coletiva, é R$ 1.278, mas como há uma cláusula que diz que se o salário mínimo regional for maior, é ele que vale, o piso que vale é de R$ 1.301,22. 

Leia também
Indústria lidera contratações no primeiro trimestre do ano em Caxias
Negado o segundo recurso para reverter falência da empresa Guerra, de Caxias do Sul
Metalúrgicos de Caxias do Sul começam a discutir reajuste

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros