Estratégia de internacionalização garante crescimento de 39% à Fras-le, de Caxias - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte09/05/2018 | 20h29Atualizada em 09/05/2018 | 20h29

Estratégia de internacionalização garante crescimento de 39% à Fras-le, de Caxias

No primeiro trimestre, fabricante de autopeças alcançou R$ 246,6 milhões de receita líquida consolidada

Estratégia de internacionalização garante crescimento de 39% à Fras-le, de Caxias Roni Rigon/Agencia RBS
Após as recentes aquisições, o portfólio de produtos sofreu alteração na sua composição Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A estratégia de expansão e de internacionalização resultou em números robustos para a Fras-le no primeiro trimestre.

A fabricante caxiense de autopeças alcançou R$ 246,6 milhões de receita líquida consolidada, valor 39% superior ao do mesmo período do ano passado e 11,3% maior do que o quarto trimestre de 2017.

De janeiro a março, o lucro bruto consolidado foi de R$ 62,8 milhões, evolução de 61,2% sobre o mesmo período de 2017. Parte da performance deve-se às novas empresas adquiridas e/ou constituídas (leia-se Jurid do Brasil, em Sorocaba; ASK Fras-le, na Índia; Armetal e Farloc, na Argentina; e Fanacif, no Uruguai).  

–  Tem sido recorrente na estratégia da companhia a busca por expansão, fortalecimento de posição de mercado, robustez na rentabilidade e internacionalização, por meio de ações que se mostraram eficientes – afirma Sérgio Carvalho, diretor-presidente da empresa, lembrando que a Fras-le mantém seu olhar atento às oportunidades que possam se apresentar em âmbito mundial, sendo que atualmente as operações externas representam 53% dos negócios. 

Após as recentes aquisições, o portfólio de produtos sofreu alteração na sua composição. O grupo de materiais de fricção permanece com maior participação (80,7% da receita líquida), liderado por lonas de freio para veículos comerciais, que atingiu 12,7 milhões de peças vendidas no primeiro trimestre. Em seguida, vem o setor de pastilhas de freio, com 7,7 milhões de peças comercializadas, sendo esse o componente que mais agregou itens em decorrência das novas empresas adquiridas.


-->
 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros