Festimalha lota hotéis em Nova Petrópolis - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Nova Petrópolis26/04/2018 | 19h15Atualizada em 29/04/2018 | 14h36

Festimalha lota hotéis em Nova Petrópolis

80% dos 1,8 mil leitos da cidade já estão reservados para o primeiro fim de semana e feriado do festival

Festimalha lota hotéis em Nova Petrópolis Gabriel Lain/Especial
Foto: Gabriel Lain / Especial

A rede hoteleira de Nova Petrópolis está praticamente lotada no primeiro fim de semana do Festimalha. Segundo o diretor do Departamento de Hotelaria da  Associação Comercial e Industrial de Nova Petrópolis (Acinp),  Marcelo Becker, 80% dos leitos já estavam reservados até a tarde de ontem. Entre as razões está o feriado de 1º de Maio, Dia do Trabalho.

Pela primeira vez, o festival de malhas terá 11 dias ininterruptos _ segue até dia 6 de maio sem intervalos. Isso porque os organizadores decidiram apostar no feriado de 1º de maio, que registra grande fluxo de visitantes na região. Depois disso, o evento segue de quintas a domingos até 3 de junho, totalizando 27 dias de feira. Sediada no Centro de Eventos de Nova Petrópolis, a feira reúne 61 expositores, sendo 45 malharias, 11 pontos de alimentação e cinco expositores de acessórios. A expectativa é de que a ocupação dos hotéis fique entre 10% e 12% maior que no ano passado durante o período do evento. A estrutura hoteleira conta com 1,8 mil leitos, distribuídos entre 34 hotéis e pousadas, além de 40 estabelecimentos gastronômicos.

Seguindo o mote 'Descubra o Festimalha que combina com você' e com dois dias a mais que a edição anterior, os promotores do evento apostam na qualidade das malhas, na diversidade das atrações, no potencial turístico e na presença do frio para esquentar as vendas. Os  meteorologistas indicam, no entanto, que as temperaturas só deverão cair pra valer na segunda quinzena de maio. Até lá, os dias serão marcados por tempo seco e temperaturas até acima do normal.

100 mil visitantes

 A projeção é de atrair 100 mil visitantes ao Festimalha _ cinco vezes a população da cidade _ e vender o equivalente a 30% da produção anual de malhas (1 milhão de peças com o processamento de 500 toneladas de fios). 

— O Festimalha não coloca apenas na vitrine o melhor da produção em malhas de Nova Petrópolis como também é essencial para o crescimento e desenvolvimento das empresas — destaca o presidente da Acinp, José Paulo Boelter.

O setor malheiro, importante cadeia produtiva de Nova Petrópolis, é responsável por gerar cerca de 2 mil empregos diretos. Além disso, a atividade também preserva forte apelo cultural com a manutenção de um ofício que nasceu com a imigração alemã e que se mantém vivo e em constante evolução. Atualmente, o 'Jardim da Serra Gaúcha' possui uma malharia para cada 328 habitantes, uma marca invejável que evidencia o perfil cooperativo da comunidade. Cem por cento das malhas expostas nos estandes é produção.

SERVIÇO

O que: 29º Festimalha

Quando: até 3 de junho de 2018.  De quintas a domingos, além do dia 30 de abril, do feriado de 1º e 2 de maio

Horário: das 10h às 19h

Onde: Centro de Eventos de Nova Petrópolis

Ingressos: R$ 7 (público geral),  R$ 3,50 (terceira idade: R$ 3,50)

Estacionamento: gratuito

Leia também:
Ministério Público questiona índice de 19% para revisão tarifária da RGE
Agência do MTE em Caxias retomará atendimento de seguro-desemprego na próxima semana

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros