Cresce procura por gás natural veicular como alternativa à gasolina - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Caixa-Forte08/04/2018 | 06h50Atualizada em 08/04/2018 | 06h50

Cresce procura por gás natural veicular como alternativa à gasolina

Manegás, de Caxias, comemora 15 anos de mercado com 5 mil veículos adaptados ao gás natural 

Cresce procura por gás natural veicular como alternativa à gasolina Daniela Argenta da Rosa/divulgação
A empresa fechou 2017 com acelerada de 12% nos negócios, e acredita que o fato de ser um combustível mais econômico ao bolso ajude a elevar os contratos em 17% neste ano Foto: Daniela Argenta da Rosa / divulgação

O preço da gasolina na média de R$ 4,50 o litro em Caxias – beirando os R$ 5 em um posto – impulsiona o setor de Gás Natural Veicular.

Especializada no ramo, a caxiense Manegás Mecânica comemora 15 anos de estrada em 2018 com uma marca significativa: 5 mil veículos com kits de GNV instalados desde sua fundação, em 2003. Entre os clientes, estão frotas de táxis, veículos que atendem aplicativos, além de profissionais que usam bastante o carro para trabalhar.

A empresa fechou 2017 com acelerada de 12% nos negócios, e acredita que o fato de ser um combustível mais econômico ao bolso ajude a elevar os contratos em 17% neste ano.

O engenheiro mecânico Daniel Argenta da Rosa, diretor da empresa, anuncia a repaginação da marca. A Manegás Mecânica passa a chamar-se CH4 Manegás – Gas Service, numa alusão ao CH4, o metano, fórmula do gás natural.

O gás natural encanado está sendo expandido pela Sulgás para o setor residencial na Serra Gaúcha, seguindo conceito adotado em grandes centros do país e do mundo. Os engenheiros da CH4 Manegás estão se especializando para atender prédios. É um filão com gás para expandir. 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros