Movimento na Movelsul, em Bento Gonçalves, surpreende organizadores - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Setor moveleiro14/03/2018 | 16h52Atualizada em 14/03/2018 | 20h45

Movimento na Movelsul, em Bento Gonçalves, surpreende organizadores

A expectativa é gerar R$ 300 milhões em negócios

Movimento na Movelsul, em Bento Gonçalves, surpreende organizadores Augusto Tomasi/Divulgação
Rodadas de negócios colocam compradores estrangeiros em contato com 145 empresários e designers brasileiros Foto: Augusto Tomasi / Divulgação

A Movelsul, A Movelsul, feira de móveis que se encerra hoje em Bento Gonçalves, marca a retomada  da do bom desempenho do pólo moveleiro, após dois anos de crise. Na tarde de ontem, visitantes falando várias línguas tomavam conta dos corredores da Fundaparque. Nos dois primeiros dias de feira, o número de pessoas  superou em 32% os da edição passada, em 2016. A previsão é de receber 30 mil visitantes.

Nos estandes, os mais de 200 expositores exibem produtos renovados e adequados ao atual momento econômico. O otimismo está explícito entre os empresários.

—Finalmente vislumbramos um ano positivo.  A feira está superando todas as expectativas — declara o presidente do Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindimóveis), Edson Pelicioli.

A expectativa é de gerar R$ 300 milhões em negócios. O público visitante também está com um comportamento diferente das edições passadas.

— É uma visitação de qualidade. Está aqui o profissional certo, o que decide, o que compra —garante Pelicioli.


Projeto Comprador


O espaço destinado às rodadas de negócios também permaneceu lotado durante toda a tarde de ontem. São 70 compradores estrangeiros negociando com 145 indústrias e designers brasileiros. Nos três primeiros dias de feira já acontecerem quase duas mil rodadas de negociação.

 Para a coordenadora do Projeto Comprador, Ana Cristina Schneider, este é o maior número de importadores que a feira já trouxe para Bento Gonçalves.

— O projeto é o pilar da internacionalização. O mercado externo está sendo muito importante para o setor — aponta. 

Diretor da Componenti Alle Design, Marcos Vinícius Lazzarotto já teve pelo menos 10 rodadas de negócios com compradores estrangeiros.  Ele aposta que pelo menos 70% das negociações serão concretizadas.

— O perfil dos compradores é muito bom. Estamos negociando com empresários do Panamá, Estados Unidos, Uruguai e Peru — relata, otimista.    

A feira se encerra nesta quinta-feira e está aberta das 12h às 20h. 

 BENTO GONÇALVES, RS, BRASIL (14/03/2018). Movelsul 2018. Movelsul Feira de Móveis/Brasil.
Marcos Vinícius Lazzarotto está com a agenda lotada na rodada de negócios. Já apresentou os produtos da Componenti para vários empresários estrangeirosFoto: Roni Rigon / Agencia RBS

Leia também:
ANP verifica qualidade do combustível em postos de Caxias do Sul
Alexandre Randon assume presidência do conselho
Obras do Hard Rock Café, em Gramado, estão na fase final

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros