Com antecipação da safra, colheita da uva está praticamente encerrada na Serra - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 

Produção agrícola01/03/2018 | 11h50Atualizada em 01/03/2018 | 17h07

Com antecipação da safra, colheita da uva está praticamente encerrada na Serra

A estimativa da Emater Serra é que menos de 2% ainda não tenha sido colhida

Com antecipação da safra, colheita da uva está praticamente encerrada na Serra Roni Rigon/Agencia RBS
Inverno menos rigoroso antecipou o amadurecimento da fruta Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Depois de ser antecipada em cerca de 20 dias, a colheita da uva na Serra já é considerada tecnicamente encerrada. A estimativa da Emater Serra é que menos de 2% ainda não tenha sido colhida. O inverno menos rigoroso antecipou o amadurecimento da fruta.

Conforme o presidente da Cooperativa Vinícola Aurora, Itacir Pozza, ainda é esperada a chegada de uvas até a semana que vem, com expectativa de um milhão de quilos. Isso, porém, representa 1,5% do que a cooperativa recebe. No auge da colheita, são entregues três milhões de quilos por dia.

Leia mais
Cooperativas da Serra já começam a receber uvas
Inverno na Serra tem menos da metade do normal de horas de frio

De acordo com o agrônomo da Emater Serra e especialista em frutíferas Ênio Todeschini, a antecipação da colheita não prejudicou a qualidade. Mesmo que haja estimativa de queda de até 20% em relação a última safra, a qualidade da fruta é considerada boa. 

As chuvas que atingiram a Serra nas duas primeiras semanas de janeiro trouxeram preocupação aos agricultores porque poderia haver impacto no grau (nível de doçura) e na sanidade da fruta. Porém, segundo Todeschini, não houve prejuízo.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros